Ravallion

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 64 (15768 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Martin Ravallion

O MISTÉRIO DO DESAPARECIMENTO DOS BENEFÍCIOS: UMA INTRODUÇÃO À AVALIAÇÃO DE PROGRAMAS DA SRTA. ANALISTA LIGEIRINHA*

Tradução: Victor Maia Senna Delgado†

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Fundação João Pinheiro Escola de Governo Prof. Paulo Neves de Carvalho Belo Horizonte Abril de 2011
*

Tradução de: RAVALLION, Martin The mystery of vanishing benefits: Ms SpeedyAnalyst’s introduction to evaluation., The World Bank Economic Review, v. 15, n. 1, p. 115-140, 2001. Este artigo objetiva prover uma introdução aos conceitos e métodos da Avaliação de Impacto. O artigo pressupõe que os leitores estejam familiarizados com a estatística básica até o estágio da análise de regressão (que pode ser satisfeita com textos introdutórios de econometria). Pelos comentários ediscussões agradeço a Judy Baker, Kene Ezemenari, Emanuela Galasso, Paul Glewwe, Jyotsna Jalan, Emmanuel Jimenez, Aart Kraay, Robert Moffitt, Rinku Murgai, Pedro Olinto, Berk Ozler, Laura Rawlings, Dominique van de Walle e Michael Woolcock (N.A.).


Victor Maia Senna Delgado é economista da Fundação João Pinheiro, MG. Mestre em economia pela Universidade Federal de Minas Gerais e membro da RedeBrasileira de Monitoramento e Avaliação. Doutorando no departamento de Demografia na UFMG.

Prefácio do tradutor Descobri “The Mystery of Vanishing Benefits” de Martin Ravallion, 2001, na metade do ano de 2007, enquanto fazia a matéria de avaliação de políticas públicas do professor Eduardo Rios-Neto. Depois de concluídos todos os créditos para o mestrado de economia, peguei essa matéria como alunoeletivo junto com outros colegas calouros da economia e da demografia (departamento em que a disciplina do professor Rios-Neto é ofertada). O texto do Ravallion foi mencionado na primeira aula do curso, e a leitura foi bastante rápida e agradável. O que mais me impressionou foi o quanto a história do país fictício de Labas, que Ravallion havia criado, parecia se passar no Brasil. Em 2009, quandoentrei na Fundação João Pinheiro, Lycia Lima tinha acabado de “reformatar” o curso de Avaliação Social de Projetos da graduação em administração pública da Escola de Governo da Fundação, conferindo-lhe um aspecto atual e em linha com as pesquisas da área de avaliação e monitoramento. O novo formato do curso era uma necessidade, já que os alunos quando graduados pela Escola de Governo ingressam paraos quadros permanentes do Estado na função de gestores em políticas públicas. Além disso, há um esforço em Minas Gerais para consolidação de um sistema de avaliação das políticas públicas. Lycia foi chamada para trabalhar no Banco Mundial, e convidaram-me para dar prosseguimento ao curso. Achei aquela uma boa oportunidade para aprender melhor sobre avaliação (é quando nos propomos a ensinar algoque ressurgem as nossas mais bem guardadas dúvidas). Lembrei-me logo do texto do Ravallion e de como ele era didático e próximo da situação daqueles alunos, recomendei a leitura e criei uma pontuação extra de 10 pontos para o grupo que me ajudasse com uma tradução. Acho que a matéria foi muito fácil, pois, ao final de dois semestres lecionando a disciplina, nenhum dos grupos necessitou dos pontosextras. Propus-me então conduzir a tradução no tempo que me cabia, e está aqui o resultado, que espero ser útil a todos. Como todo trabalho de tradução, procurei preservar ao máximo o sentido original e o estilo de texto do prof. Martin Ravallion. Optei, porém pela tradução dos termos técnicos para linguagem usual com que vêm sendo utilizada em português no Brasil, algumas notas de tradução aolongo do texto explicam essas escolhas e as alternativas.

Victor M. Senna Delgado
Professor e pesquisador do Centro de Estudos em Políticas Públicas da Fundação João Pinheiro.

2

Introdução O começo de nossa história ocorre em um país em desenvolvimento, Labas. Há 12 meses, o governo introduziu um programa de combate à pobreza no Nordeste do país, com apoio do Banco Mundial. O programa...
tracking img