Raizes da psicologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 55 (13625 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
 FREIRE, Izabel Ribeiro. Raízes da psicologia. 7. ed. Porto Alegre: Vozes, 2002, p.44-83


Introdução
O estudo da história da psicologia tem muitas razões para se colocar como imprescindível e fundamental para todos os que desejam obter conhecimento em qualquer área dessa ciência. É básico, principalmente para os que vão iniciar-se nesses estudos. Não se pode construir uma casa começando-sepelo teto. Há etapas que devem ser respeitadas se quiser obter êxito. É assim para o estudo da psicologia. A história vai fornecer os alicerces, as raízes em que será construído esse conhecimento. Na sua falta, ele será, no mínimo, superficial, podendo ser também confuso e sincrético. De posse desses subsídios, será possível obter melhor compreensão e discernimento de suas emaranhadas linhas ecorrentes, possibilitando uma visão mais consciente do seu contexto geral. Vem daí a importância desse estudo, que, ao fornecer essa base, esses fundamentos, abre as portas e acende uma luz, para uma caminhada mais segura nos domínios da psicologia. A grande meta deste trabalho foi alcançar, de forma sucinta, toda a evolução da psicologia, buscando as raízes, que forneceriam os subsídiosindispensáveis à sua compreensão. Dada a complexidade e extensão do tema, fez-se, para cada período histórico, uma seleção dos assuntos e dos autores. Para a apresentação dos temas, optou-se por uma forma cronológica, visto ser essa a abordagem mais simples e objetiva. Serão seguidas as etapas clássicas da história: Idade Antiga, Média, Moderna e Contemporânea. O tema será, no entanto, dividido em duas grandespartes: a primeira é a fase filosófica ou pré-científica, e a segunda é a fase científica. 1ª Parte - Fase filosófica ou pré-científica, que vai do séc. VI a.C. até1879. Esta fase apresenta, por sua vez, dois momentos distintos: o primeiro engloba a Idade Antiga e Média, e o segundo inicia-se com a Idade Moderna e vai até o despontar da psicologia científica. O primeiro caracterizasse por seressencialmente filosófico e está dividido em três períodos: o cosmológico, o antropocêntrico e o teocêntrico. Foi nos períodos cosmológico e antropocêntrico que despontaram as primeiras raízes da psicologia. O período que se inicia com a Idade Moderna, embora filosófica, possui características peculiares, é mais conciso, mais objetivo e foi favorecido pelo desenvolvimento das outras ciências.Apresenta-se como uma semente (que já tem raízes)naquele estágio de desenvolvimento em que se vai dilatando, inchando, pois está gerando no seu interior a planta que vai desabrochar. Foi o que aconteceu: a psicologia adquiriu maturidade no seu interior e pôde desabrochar como ciência autônoma. Daí esse período ser denominado de pré-científico, propriamente dito, pois antecedeu o científico. Duas correntesde pensamento conduziram e unificaram os estudos até atingir esse ponto. Foram elas: acorrente científica e a filosófica. A científica mostra como a ciência colaborou nesse processo. A filosófica é composta de três tendências: o empirismo crítico, o associacionismo e o materialismo científico. Cada uma, dentro de suas perspectivas, forneceu subsídios para dar consistência ao pensamentopsicológico, sendo decisivos na sua emancipação. Em toda essa fase filosófica e pré-científica, o trabalho consistiu em identificar as possíveis raízes que gerariam a psicologia, acompanhar o seu desenvolvimento e desdobramento, as controvérsias provocadas por elas, e as correntes de pensamento que surgiram a partir dessas diversidades. Ressaltaram-se ainda as influências que essas raízes exerceram e quereceberam nesse processo de desenvolvimento, pois cada fato é tributário do seu tempo e do lugar. Dessa forma, foram feitos os elos existentes entre os diversos fenômenos e períodos, realçando a dinâmica das suas transformações, dentro de uma discussão tanto quanto possível dialética. As idéias foram estudadas juntamente com os seus autores, aqueles julgados os mais representativos. É sabido que...
tracking img