Psicopatologia do trabalho e a peste emocional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1823 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
www.psicologia.com.pt
Documento produzido em 26-01-2007

PSICOPATOLOGIA DO TRABALHO
E A PESTE EMOCIONAL
(2006)
Francisco Tosta
Graduado em Administração de Empresas pela PUC/PR, Brasil
Acadêmico de Psicologia da Universidade Tuiuti do Paraná, Brasil
A frequentar a especialização em Psicologia Corporal, no Centro Reichiano, Curitiba/PR, Brasil
Contactos:
franciscotosta@brturbo.comRESUMO
O presente artigo, baseado numa revisão teórica, tem como objetivo abordar as
psicopatologias do trabalho e a suas relações com a peste emocional. Pretende-se, a partir de uma
visão Reichiana, indicar as questões coletivas que promovem as doenças no ambiente
organizacional, suas conseqüências que abrangem todo o cotidiano dos seres humanos inseridos
dentro destas organizações, bemcomo, algumas particularidades da própria enfermidade.

Palavras-chave: Psicopatologia, trabalho, doenças, peste emocional

INTRODUÇÃO

A psicopatologia do trabalho e a peste emocional refletem a sua própria história, tiveram
muita ênfase na Revolução Industrial, onde os meios de produção ocasionavam grandes perdas
humanas, incluindo crianças. Levando o proletariado a se organizar parareivindicar uma reforma
no trabalho. As lutas dos trabalhadores indicavam que o sistema político e econômico provocava
as desordens do bem-estar e possibilitavam as doenças das massas.

Francisco Tosta

1

www.psicologia.com.pt
Documento produzido em 26-01-2007

Segundo Reich:
“No moderno sistema social, faltam todas as condições prévias; que, em suma, só a
mudança radical dasinstituições e ideologias sociais (mudança que depende do êxito
das lutas políticas de nosso século) criará as condições necessárias a uma ampla
profilaxia das neuroses”.(REICH, 2004, p. 3).

Há de se perguntar o porquê, da submissão do homem a tantas desordens psíquicas que
agem contra a sua saúde mental e corporal, de forma consciente e inconsciente.
Ainda segundo o mesmo autor:
Porque o homemé, antes de mais nada, o objeto de suas necessidades e da organização
social que regula a satisfação dessas necessidades, desta ou daquela maneira. Em sua
posição de objeto de suas necessidades, entretanto, o homem é, também e ao mesmo
tempo, sujeito da História e do processo social do qual “ele próprio é o autor”, não,
certamente, como gostaria, mas condicionado por certos pressupostoseconômicos e
culturais, que determinam o conteúdo e o resultado da ação humana (REICH, 2004, p,
21).

A mente e as psicopatologias vieram subseqüentes às lutas dos trabalhadores por melhores
condições de trabalho, ou seja, desde os meados de 1968 a qualidade de vida no sentido psíquico
vem sendo apontada como um fator de considerável relevância. Segundo Dejours (1992), o
sofrimento mentalresulta da organização do trabalho, ou melhor, do controle utilizado pelas
organizações das mentes dos seus trabalhadores.
No pós-modernismo, as sociedades capitalistas se tornaram mais individualistas, onde
ocasionou a alienação do ser no sentido social, abrangendo também, as organizações.

Na ambivalência pós-moderna, espetáculos, simulação, sedução, constituem jogos com
signo. A esseuniverso informacional, sem peso e desreferencializado, só pode
corresponder um sujeito informatizado, leve e sem conteúdo. É o narcisismo
dessubstancializado. Narcisismo (amor desmedido pela própria imagem) e
dessubstancialização (falta de identidade, sentimento de vazio) resumem o sujeito pósmoderno (SANTOS, 2002, p.102).

De acordo com Reich (1968), o trabalho se tornou mais psíquico, porémfrenético e
individualizado. A massa pós-moderna não vê o trabalho como a única possibilidade de autorealização, busca constantemente o lazer como forma de prazer, descarregando as tensões
psíquicas e corporais. As repressões consumistas que o homem não consegue alcançar aumentam
as couraças gerando angustias e doenças, que se acentuam com as pressões do trabalho na

Francisco Tosta

2...
tracking img