Psicologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (255 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Muitas pessoas ao tentarem argumentar, ficam tentando convencer a todo custo os seus ouvintes a acreditar naquilo que estão falando. O que ocorre é que muitasvezes isso é em vão. Sócrates tinha uma postura interessante: quando queria entrar em um debate, tomava uma atitude inversa da qual muitas vezes esperamos. Emuma conversa ele gostava de perguntar e não de afirmar.

Sócrates (pensador ateniense) foi um dos fundadores da atual Filosofia Ocidental. Morreu após serlevado a julgamento (obrigado a beber cicuta) acusado de corromper jovens e desrespeitar as tradições religiosas. Defendeu-se afirmando que um conhecimento claro daverdade era fundamental a uma conduta correta.



Sócrates nunca proclamou ser sábio. Ficou conhecido pela sua célebre frase: Só sei que nada sei.Quando entrava em um debate, a sua intenção era levar as pessoas a se sentirem ignorantes de tanto perguntar. Essa é uma poderosa ferramenta argumentativa. Após oseu oponente expor suas idéias depois de uma pergunta tendenciosa, será mais fácil encontrar o ponto fraco de seus argumentos, sendo que ele demonstrará maisfacilmente seus preconceitos e limitações.

Mas que fique claro que você não deve tentar convencê-la a força e sim expor o seu ponto de vista. A meta é delegar oseu poder, gerando confiança e abrindo espaços para colocar um determinado assunto em pauta.

Através dessa postura de tanto questionar, Sócrates ao longo dotempo adquiriu muitos inimigos, porém conquistou muitos seguidores e passou a ser admirado e imortalizado como um dos maiores sábios de toda a história.
tracking img