Psicologia organizacional do trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1569 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

KARINA CARVALHO COSTA

PSICOLOGIA ORGZANIZACIONAL E DO TRABALHO

Itajubá – MG
2009
KARINA CARVALHO COSTA

PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL E DO TRABALHO

Trabalho apresentado ao Curso Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, paraa disciplina Psicologia Organizacional e do Trabalho

Orientador: Profª : Marilucia Ricieri

Itajubá- MG
2009

SUMÁRIO

1-INTRODUÇÃO......................................................................................................4

2-DESENVOLVIMENTO..........................................................................................5/93-CONCLUSÃO.......................................................................................................10

-3-
1-INTRODUÇÃO

A realização deste portifólio tem por objetivo, demonstrar a importância da de um bom relacionamento entre o homem e seu ambiente de trabalho. As pessoas adultas passam cerca de 75% do seu tempo em vigília, ou seja, acordados, envolvidos com atividadesligadas de alguma forma ao trabalho, aprontando-se para ir trabalhar, deslocando-se para o trabalho, trabalhando, entre outras.
O ambiente de trabalho é composto não só de sua infra-estrutura física e técnica bem como e, sobretudo, pelas pessoas que o utilizam. São as pessoas que fazem a diferença, que contribuem ou não para um ambiente saudável e desejável. As suas atitudes sãovitais para a mudança de um ambiente organizacional. Ademais, os gestores possuem uma influência decisiva no alcance de um ambiente altamente positivo, por intermédio da definição das políticas de RH, do que pode e não pode ser realizado, da oferta de condições físicas adequadas e, principalmente, pelo estímulo freqüente a integração das pessoas e equipes, pela clareza nas metas e objetivos e pelatransparência incondicional no que tange às comunicações e decisões empresariais.
Quando as atitudes dos empregados somam-se aos esforços efetivos das suas organizações, o melhor ambiente de trabalho poderá ser formado. É uma parceria de sucesso. A empresa ganha o compromisso, a dedicação, o empenho e, sobretudo, a satisfação do empregado em poder participar dessa “equipe vencedora”.Por outro lado, o empregado se beneficia de um ambiente flexível, agradável, criativo e motivador das suas realizações. O empregado deixa de ser um simples “funcionário”, para ser um replicador importante dessa cultura por toda a organização.

- 4 -
QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO:

Vivemos numa sociedade em mudanças e num momento excitante para as organizações. A sociedade percebeque a Qualidade de Vida e a Saúde são ativos importantes, envolvendo dimensões física,intelectual, emocional, profissional, espiritual e social. Práticas inadequadas no ambiente de trabalho geram impacto negativo na saúde física e emocional dos empregados e na saúde financeira das empresas. Baixa motivação, falta de atenção, diminuição de produtividade e alta rotatividade criam uma energia negativaque repercute na família, na sociedade e no sistema médico.
vivemos e trabalhamos numa sociedade do futuro, mas continuamos a usar os instrumentos do passado.Felizmente, para algumas empresas inovadoras e conscientes, este cenário não faz parte de sua realidade atual,elas transformaram o ambiente de trabalho e a saúde emocional e física em vantagem competitiva, tendo plena convicçãoestratégica de que quanto mais eliciar satisfação, mais retorno terão em produtividade, criando assim a visão de uma organização mais privilegiada, competitiva e equilibrada.
O propósito de um programa de Qualidade de Vida ou Promoção de Saúde nas Organizações é encorajar e apoiar hábitos e estilos de vida que promovam saúde e bem estar entre todos os funcionários e famílias...
tracking img