Psicologia medica na enfermagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1865 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PSICOLOGIA MÉDICA
A dimensão Psicossocial da Prática Médica
“o ciclo da vida humano”

resumo bibliografico

gleice fernandes

O ciclo da vida humano é continuo e segue uma ordem de acontecimentos a menos que um fator extrínseco ou intrínseco altere ou causa descontinuidade de alguma destas etapas.
O funcionamento psíquico no contexto do ciclo vital e suas noções básicas são segundo apsicologia como um estagio continuo com alterações ao longo do tempo. Segundo analises o funcionamento mental segue dois postulados psíquicos; o primeiro é o determinismo psíquico (determinismo da casualidade), por meio deste explica-se que todo acontecimento da vida mental é influenciada por acontecimentos anteriores; o segundo explica que a vida mental é inconsciente é que nosso estado deconsciência é influenciado pelo inconsciente.
Para explicar todo o processo vital do ser humano a psicologia utiliza-se das teorias do desenvolvimento, onde por meio destes estágios ele explica progressivamente como os estágios de nossa vida interferem no nosso psicológico bem como no nosso convívio social. A primeira teria fala sobre o ciclo vital da família o casamento é apontado com aspecto quealtera todo o comportamento humano em virtude de se ter um contato com uma nova família; novos costumes culturais; novos comportamentos dentre outros aspectos que nos fazem alterar pensamentos e comportamentos. A segunda teoria da gestação ao bebê relata como o período de gestação altera o emocional materno; as expectativas que são criadas em cima dessa gestação, bem como essas alteraçõesemocionais podem alterar futuros comportamentos do bebê. Seguindo o texto fala sobre o desenvolvimento do bebê nos três primeiros anos de vida, onde todo o psíquico do bebê e bem desenvolvido de acordo com o bom relacionamento emocional e de segurança que ele detém com a mãe.
A fase seguinte trata-se da fase pré-escolar (3-6 anos), neste período acontecem mudanças neurológicas e físicas queamadurecem o ser humano. Sentimentos começam a surgir com mais intensidade como o medo de perder os pais; o medo de punições e a ansiedade. Na fase escolar e latência (6-12 anos) a sexualidade como a ser descoberta; a sua competência como a se torna um sentimento importante e o interesse pelo aprendizado e a escola começam a ficarem mais fortes. Na puberdade e adolescência é o período situado entre ainfância e a vida adulta, é caracterizada por mudanças biológicas que culmina em mudanças corporais e psicológicas além de comportamentais.
O adulto jovem é um estagio onde sua identidade madura já esta solida, no entanto há vários fatores psíquicos que nos torna indecisos com várias coisas. Encontra-se no auge de sua reprodutividade e já é visível a capacidade de se escolher um parceiro ouparceira. A meia idade é um período no qual a pessoa tem estágios de aceitação pois acontece alterações corporais associadas a mudanças comportamentais onde é um estagio crucial que dará seguimento até a velhice. Na velhice acontece uma diminuição nas atividades diárias em decorrência da pouca capacidade motora da maioria dos idosos e principalmente acontece a diminuição das responsabilidades no meiosocial. Por fim a morte é um acontecimento onde nada que fizermos vai alterar sua ordem no nosso ciclo vital. A morte é temida por muitos, no entanto em casos onde já se fez de tudo para evita-la e não foi possível ela é aguardada com um evento que não poderá ser alterado.

Reação à doença e à hospitalização

A doença vem como um fator que mostra ao ser humano seu pouco domínio sobre aquiloque considera submisso as suas vontades. Ele vem quebra o mito de que eu mando no meu corpo; a partir de que se sabe da doença e que acontece uma internação a pessoa já começa a perceber seu pouco domínio sobre seu corpo bem como percebe que o sofrimento e a morte não estão sobre seu domínio.
A enfermidade transforma o homem em sujeito de atenção, onde a internação prova impactos e alterações...
tracking img