Psicologia - funcionalismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (263 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
William JAMES nasceu em 1842 nos EUA,Foi o maior precursor da psicologia funcional.

A psicologia funcionalista surge nos Estados Unidos em oposição à psicologiatitcheneriana.
É representada por autores como :
J. Dewey, (1859),
J. Angel (1869-1949)
H. A. Carr (1873-1954).
Os princípios funcionalistas se converteram em escolas no final doséculo XIX.
A escola de Chicago com Dewey, Angell e Carr e a de Columbia com Thorndike e Woodworth.
Angell coloca em chegue qualquer possibilidade de uma psicologiaestruturada em elementos mentais.
Thorndike, em seus experimentos sobre a inteligência animal, não supõe mais a solução dos problemas como governada por uma consciência selecionadorade respostas, mas um conjunto casual de respostas que são selecionadas por seus efeitos de satisfação. Esta é sua clássica Lei do Efeito.

Os psicólogos funcionalistasdefinem a psicologia como uma ciência biológica interessada em estudar os processos, operações e atos psíquicos (mentais) como formas de interação adaptativa.
Consideram asoperações e processos mentais (como a capacidade de sentir, pensar, decidir, etc.) o verdadeiro objeto da psicologia, e o estudo desse objeto exige uma diversidade de métodos. Nãoexcluem a auto-observação, embora não aprovem a introspecção experimental no estilo titcheneriano, porque esta seria muito artificial. Não confiam totalmente na auto-observação,dadas as suas dificuldades científicas: é impossível conferir publicamente se uma auto-observação foi bem feita e, por isso, é difícil chegar a um acordo baseado em observaçõesdesse tipo
E a psicologia funcional não se interessa apenas pelo estudo da adaptação. Ela deseja igualmente se transformar em um instrumento de adaptação, promovendo-a.
tracking img