Protocolo de kyoto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1772 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Introdução

No final da década dos anos 80, as questões relativas aos problemas ambientais ganharam grande importância nos meios acadêmicos, na mídia e população em geral. Dentre os problemas ambientais da atualidade destacam-se as mudanças climáticas, pois são problemas que afetam todas as regiões do planeta.
A ciência, desde então, vem apresentando diversas evidências que apontam quemuitas mudanças que estão ocorrendo são diretamente relacionadas a ações antrópicas (atividades produzidas pelos seres humanos) e um dos principais causadores destas mudanças climáticas é o aumento do aquecimento global que é causado pela alta concentração dos gases de efeito estufa que resultam, basicamente, do desenvolvimento indiscriminado no último século das atividades econômicas, em especialindustriais.
Como conseqüência, a unificação dos países com interesse em diminuir a poluição atmosférica se intensificou, buscando possíveis soluções para este grave e crescente problema e em 1997 um importante acontecimento mundial e um dos grandes propulsores do engajamento global na resolução da problemática ambiental ficou conhecido como o Protocolo de Kyoto, proposto para dar maior sustentaçãoàs idéias preventivas relacionadas ao meio-ambiente e definiu melhor os objetivos que deveriam ser tomados.

2. Objetivos

O objetivo deste trabalho é, a partir de um panorama geral do Protocolo de Kyoto, evidenciar os benefícios e diferenciações que ele propõe para os países desenvolvidos e em desenvolvimento, evidenciar a responsabilidade das ações de seres humanos que causam mudançasno planeta e buscar soluções práticas para este problema.

3. Material e Métodos

O protocolo de Kyoto, criado em 1997 e ratificado em 15 de março de 1998. Foi criado a partir da preocupação de países desenvolvidos industrialmente na redução da emissão de gases poluentes que são responsáveis pelo efeito estufa e o aquecimento global, São eles o CO2 (gás carbônico ou dióxido de carbono), CH4(metano), óxido nitroso (N20), e outros três gases fluorados (HFC, PFC, SF6).
O protocolo entrou em vigor oficialmente em 16 de fevereiro de 2005 onde mais de 55 países assinaram o acordo. As limitações dizem respeito essencialmente à combustão de energias fósseis - petróleo, gás e carvão -, responsáveis por dois terços das emissões mundiais de gases de efeito estufa. O desmatamento éconsiderado responsável por 17% dessas emissões e a agricultura de 15,5%.O uso destes combustíveis fósseis aumenta com o crescimento econômico, razão pela qual o protocolo representa um esforço considerável para alguns países em relação ao aumento natural de suas emissões.
O protocolo de Kyoto conta atualmente com 175 Estados-membros mais a União Européia, com a notável exceção dos Estados Unidos - quese negou a ratificá-lo - e da Austrália, onde a nova maioria trabalhista promete, no entanto, uma iminente mudança de posição.Os Estados Unidos, que teriam que reduzir suas emissões em 7%, prevêem um aumento de 35% para 2012, o que explica sua decisão, em 2001, de não ratificar o Protocolo.
Os países industrializados (denominados países do Anexo 1), responsáveis por aproximadamente 30% dasemissões mundiais, se comprometeram em diminuir suas emissões de gases de efeito estufa em 5% no período compreendido entre 2008 e 2012 com relação a 1990. O protocolo impõe "objetivos diferenciados" segundo os países, por exemplo, de 8% para o conjunto da União Européia ou de 6% para Canadá e Japão.
Os países emergentes, entre eles a China - que se encaminha para virar o primeiro poluente mundial -,Índia ou Brasil, estão isentos das reduções, assim como os países em vias de desenvolvimento, apesar de seu excepcional crescimento. Brasil, China, Índia, México e outros países do hemisfério sul não fizeram objeção em ratificá-lo, já que, na condição de países em desenvolvimento, só assumiram o compromisso de fazer um inventário.


A emissão destes poluentes deve ocorrer em vários setores...
tracking img