Proteses de silicone

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2403 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]


SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO

















































































SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3

2 REFERENCIAL TEÓRICO 4
2.1 SUS ANUNCIA TROCA GRATUITA DE PROTESES DE SILICONE....................4

2.2 LEIS QUE AMPARAM A SAÚDE DAPOPULAÇÃO............................................. 4

2.3 MAIS UMA PROTESE DE SILICONE APRESENTA PROBLEMA... ....................6

2.2 LEIS QUE REGULAMENTAM IMPORTAÇÃO DE PRODUTOS DE SAÚDE... ....6

2.5 ANVISA PODE SER ENVOLVIDA EM PROCESSO.............................................7

2.6 COMPRA E DISTRIBUIÇÃO DE PRODUTOS MÉDICO HOSPITALARES NOBRASIL.........................................................................................................................7

2.7 NOVAS NOTICIAS...............................................................................................10


CONCLUSÃO............................................................................................................12REFERENCIAS..........................................................................................................13


INTRODUÇÃO

Podemos observar em nosso país uma crescente procura de mulheres que por estética ou simplesmente vaidade fazem cirurgias para colocação de próteses mamárias de silicone.
Hoje no Brasil são comercializadas próteses de silicone de dezoito laboratórios internacionais e dois nacionais. No ano passado foramverificados problemas nas próteses das marcas PIB (Francesa) e Rofil (Holandesa). O silicone era inapropriado aumentando o risco de rompimento das próteses.
As duas marcas tiveram seus produtos recolhidos e seus registros cancelados pela ANVISA.
O SUS anunciou a troca das próteses de silicone rompidas ou deformadas.
De um lado podemos observar ooneramento do orçamento SUS em contrapartida com as clientes lesadas questionando a eficiência da ANVISA que permitiu a entrada do produto Brasil.
Por sua vez a ANVISA criou normas para solucionar o problema.




referencial teorico


1 SUS ANUNCIA TROCA GRATUITA DE PROTESES DE SILICONE

SUS anuncia a troca das próteses de silicone rompidas ou deformadasgratuitamente. Mesmo mulheres que colocaram por motivos estéticos terão direito a troca.
A ANVISA já está retirando do mercado próteses da empresa PIB (Francesa) que foram feitas com silicone industrial impróprio para uso médico. Verificados problemas também cm a marca Rofil (Holandesa), pois a mesma usava silicone da PIB.
Mulheres que colocaram as próteses foramprejudicadas, pois o silicone de baixa qualidade tende a romper mais cedo do que os comuns. Se infiltrar nos músculos, gânglios linfáticos, nervos e glândulas mamárias, o silicone extravasado leva a complicações, infecções e inflamações.
De acordo com o diretor presidente da ANVISA o procedimento será feito pelo SUS e também garantido pelos planos de saúde. Essa determinação está de acordocom o artigo 196 da constituição federal que diz que quando o estado atua deve realizar políticas públicas em beneficio de todos.

2 LEIS QUE AMPARAM A SAÚDE DA POPULAÇÃO E GARANTEM QUALIDADE DOS PRODUTOS DE SAÙDE

O direito a saúde está previsto na Constituição da República Federativa do Brasil como um direito social no art. 6, assim como nos art. 196 a 200, que contém umasérie de preceitos sobre tal direito.
Saúde é um direito fundamental e compreende a garantia de bem estar físico, mental e social, tendo como fatores determinantes e condicionantes, entre outros, a alimentação, a moradia, o saneamento básico, o meio ambiente, o trabalho, a renda, a educação, o transporte, o lazer e o acesso aos bens e serviços considerados essenciais (art.3º da lei 8080)...
tracking img