Projeto mangaba

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1848 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO – UFMA PROGRAMA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA EDUCAÇÃO BÁSICA DO PLANO DE AÇÕES ARTICULADAS / PROFEBPAR ASSESSORIA ESPECIAL DE INTERIORIZAÇÃO/ASEI CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS DISCIPLINA: ANTROPOLOGIA II PROFª ANA CAROLINE

ACADÊMICO: SANDRO SILVA LIMA

A ETNOGRAFIA DA DANÇA DA MANGABA EM ALTO ALEGRE DO PINDARÉ

Santa Inês 2012

A ETNOGRAFIA DA DANÇA DAMANGABA EM ALTO ALEGRE DO PINDARÉ

INTRODUÇÃO

Realizar um trabalho etnográfico envolvendo registro de imagens e história oral de um grupo é algo tão antigo quanto a própria antropologia. São conhecidos inúmeros trabalhos de campo que resultaram em obras de importante valor antropológico. Não tenho maiores pretensões maiores com este trabalho no sentido de novas abordagens teóricas sobre o fazerantropológico, mas o novo sempre é algo pretendido na pesquisa acadêmica. Assim, vale ressaltar que não se constitui como problemática central deste trabalho, uma reflexão critica sobre o tema aprofundamento deste conceito, portanto o debate não se esgota aqui. A dança da Mangaba foi trazida para o Brasil pelos portugueses, na época da colonização. A Mangaba, dança de origem africana, veio para oMaranhão, principalmente para o Vale do Mearim, por meio de moradores do Piauí. O acompanhamento dessa dança é, principalmente, de percussão. Em algumas regiões, onde ela se manifesta, são utilizados caixões de madeira. Em outras regiões, há também o uso de tambores e taróis. Originalmente, fazia parte dessa instrumentação a rabeca e a viola, que desapareceram em virtude da dificuldade de seencontrar quem as toque. Chegou em alto Alegre do Pindaré na década de 70, trazida pelo Sr. Jose Ribamar e Sua esposa Maria do Carmo, caindo no gosto do povo a dança foi bem aceita por ser uma dança que “moça de família podia dançar” e é “pra ser dançado na quaresma, pois é sem maldade no balançado”, diz seu Manoelzinho, um dos integrantes.. Dançada aos pares, alguns passos lembram a quadrilha dafesta junina. Os versos em geral são de improviso e contêm um refrão que é repetido pelo coro de dançarinos. As roupas das mulheres são saias coloridas e godês, bem rodadas e floridas. A Dança da Mangaba tem um ritmo contagiante. Sua coreografia apresenta evoluções, formando, no entanto, um núcleo comum. Todos os passos são feitos em redor de uma formação, tomada ao iniciar a brincadeira (a forma donúmero oito). Mesmo com toda a movimentação da dança, há a exigência de manter a forma do número oito no decorrer do espetáculo.

A presença desses folguedos na realidade cultural maranhense demonstra que ele tem conseguido se manter vivo através do tempo, podendo, no entanto, como ocorreu com outras manifestações, desaparecer no futuro, de onde vem a preocupação com o seu registro.

HISTÓRICODA ORIGEM DA DANÇA: BREVE RELATO DOS INTEGRANRES DA DANÇA DA MANGABA DE ALTO ALEGRE DO PINDARÉ

Grupo Melhor Idade Sandro Silva Lima

Foto: Sandro Silva Lima

Os relatos dos integrantes da mangaba de Alto Alegre do Pindaré no Maranhão permitiram descobrir a trajetória desta bela dança. Sr. José Gusmão tem 67 anos, é natural da cidade de Olho d’água das Cunhãs. Aprendeu sobre a dança com ospais e hoje é um dos responsável por disseminar a dança em Alto Alegre do Pindaré e região. Através de seus ensinamentos alguns "seguidores" levaram a dança para outras cidades vizinhas. Muitos outros dançantes também aprenderam a dança com parentes, avós, tios e vizinhos. Ambos trabalham há mais de 15 anos com a Mangaba nos povoados de Alto Alegre do Pindaré e conhecem sobre a origem o que os maisvelhos contam. Sobre a origem da dança todos relatam a mesma história. Aprenderam com pais, avós, as pessoas mais velhas da cidade. Diversas versões aparecem quando se pergunta sobre a origem da dança. O Sr. Manoel conta uma versão da história: "Quando eu conheci a dança ela já existia, meus tios me contaram que tem a ver

com a dança dos escravos, eles diziam que os escravos dançavam...
tracking img