Projeto de pesquisa em uma comunidade quilombola

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (879 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ANHANGUERA UNIDERP – PÓLO DE FLORIANO
CENTRO DE EDUCAÇÃO Á DISTÂNCIA
CURSO: SERVIÇO SOCIAL
MÓDULO: PESQUISA E DESENVOLVIMENTO LOCAL
PROFESSORA TUTORA PRESENCIAL: CONCEIÇÃO DE MARIANUNES DIAS
PROFESSORA EAD: MARIA CLOTILDE PIRES BASTOS, SUZANIR FERNANDA
MAIA E EDILENE XAVIER ROCHA GARCIA.
PERÍDO LETIVO: 2012.1 / SEMESTRE: 7º

PROJETO DE PESQUISA: COMUNIDADES QUILOMBOLASACADÊMICOS (AS):
AURENY ALVES CAVALCANTE

RA: 183919

KARINNY SANTOS SOUSA

RA: 183908

SARAH DE CASTRO CAMPOS

RA: 183867

WALBER DHULLY RODRIGUES PAZ

RA: 183934

FLORIANO – PIABRIL DE 2012

INTRODUÇÃO
A história da escravidão mostra que luta e organização, marcadas por atos de
coragem, caracterizaram o que se convencionou chamar de “resistência negra” cujas
formasvariavam de insubmissão às condições de trabalho, revoltas, organizações
religiosas, fugas, até aos chamados mocambos ou quilombos. De inspiração africana, os
quilombos brasileiros constituíram-seestratégias de oposição, “a uma estrutura
escravocrata, pela implementação de outra forma de vida, de outra estrutura política na
qual se encontraram todos os tipos de oprimidos.” Desse modo, os laços desolidariedade e o uso coletivo da terra formaram as bases de uma sociedade fraterna e
livre das formas mais cruéis de preconceitos e de desrespeito a sua humanidade.
As poucas linhas nos livrosdidáticos que circularam até a década passada, com
destaque, às vezes, apenas para o Quilombo de Palmares, em Alagoas, escondem fatos
importantes como população (cerca de 30 mil) e a efetiva participaçãodo negro nos
movimentos populares em diferentes regiões do país. Engajado coletivamente, sua luta
ultrapassou a questão escravagista como comprovam os fatos ocorridos na Revolta dos
Alfaiates(Bahia, 1798-1799), na Cabanagem (Pará, 1835-1840), na Sabinada (Bahia,
1837-1838) e na Guerra da Balaiada (Maranhão, 1838-1841).
O principal destes movimentos, a Balaiada, de cunho social, por...
tracking img