Os quilombolas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1538 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
|[pic] |UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP |[pic] |
| |MÓDULO: PESQUISA E DESENVOLVIMENTO LOCAL | |
| |CURSO DE SERVIÇO SOCIAL| |










LABORATÓRIO DE PRÁTICAS INTEGRADORAS































IRENE DE MATOS PEREIRA RA: 169905

MARCILENE C. DA COSTA SILVA RA: 190238

MARIA GERLENE FARIAS RIBEIRO RA: 159361ROSÉLIA COÊLHO PEREIRA RA: 162763

RENATA QUEIROZ DE OLIVEIRA RA: 182107



O JONGO COMO VALORIZAÇÃO CULTURAL DAS COMUNIDADES QUILOMBOLAS NA ATUALIDADE











Laboratório de práticas integradoraselaborado para fins de avaliação do Módulo: Pesquisa e Desenvolvimento Local. Das Unidades Didáticas: Pesquisa em Serviço Social e Desenvolvimento Local e Territorialização do Curso de Serviço Social 7º semestre da Universidade Anhanguera Uniderp sob Orientação das professoras Interativas Maria Clotilde Pires Bastos, Suzanir Maia, Edilene Xavier e da professora local Rosa Maria Paes.





O JONGOCOMO VALORIZAÇÃO CULTURAL DAS COMUNIDADES QUILOMBOLAS NA ATUALIDADE.

INTRODUÇÃO

Este trabalho foi elaborado através de Pesquisa do vídeo - documentário “Comunidade Quilombola” da região de Cacimbinha e Boa Esperança, de presidente Kennedy (ES), Deserto Feliz e Barrinha localizadas no município de São Francisco de Itabapoana (RJ), que relata a história de moradores descendentes deescravos negros, mostrando parte da cultura africana, nos aspectos regionais, como a dança, música, tradição, valores e acima de tudo a História da Comunidade.

O vídeo foi uma produção dos “Tucanos Filmes” que retrata a “Comunidade Quilombola” onde inicia com a divulgação do projeto “porto” na cidade de presidente Kennedy que fica localizado no Sul do Espírito Santo, é um projeto da empresaFerrous Resources do Brasil que foi fundada em 2007, a mesma é denominada uma empresa de pesquisa, prospecção, exploração, beneficiamento e comercialização de minério de ferro nos mercados internos e externos, com sede em Belo Horizonte.

“A Ferrous tem como princípio a convivência harmônica com todas as comunidades: Dialogando, entendendo, valorizando a cultura e estabelecendo relaçõesduradouras, que resultem em ganho mútuo”.

O terminal portuário contará com uma planta de desaguamento e filtragem, que fará o tratamento da polpa de concentrado de minério de ferro que será transportada até presidente Kennedy pelo mineroduto. Nas proximidades de onde a empresa pretende instalar o Porto, há comunidades quilombolas que são afrodescendentes que representam as origens africanasno território brasileiro. Cujos antepassados no período da escravidão fugiram dos engenhos de cana-de-açúcar e café devido às injustiças sociais. Os mesmos se refugiavam para regiões de difícil acesso para não serem capturados pelos capitães do mato, passando assim a viver em pequenos vilarejos formando os “Quilombos” e neles os refugiados reviviam a cultura Africana e sobreviviam da agricultura.O mais famoso e maior quilombo do período colonial foi o de Palmares, tendo como liderança Zumbi, mais conhecido como Zumbi dos Palmares. Esse quilombo se localizava na região da Serra da Barriga, nos atuais estados de Alagoas e Pernambuco. Até hoje é referencia de resistência e luta pelos direitos dos negros no Brasil.

Atualmente as comunidades quilombolas foram definidas...
tracking img