Projeto de monogradia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3535 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
POLÍCIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL
DIRETORIA DE ENSINO
ACADEMIA DA POLÍCIA MILITAR
DIVISÃO DE ENSINO
CURSO DE APERFEIÇOAMENTO DE OFICIAIS





COMUNICAÇÃO SOCIAL: IMPORTÂNCIA DA ADOÇÃO DO MANUAL DE COMUNICAÇÃO SOCIAL NA PMDF




MARCUS VINICIUS DA SILVA ANTUNES






Brasília
Março/2010
COMUNICAÇÃO SOCIAL: IMPORTÂNCIA DA ADOÇÃO DO MANUAL DE COMUNICAÇÃO SOCIAL NA PMDFMARCUS VINICIUS DA SILVA ANTUNES

















Brasília
Março/2010
TERMO DE APROVAÇÃO
Título: COMUNICAÇÃO SOCIAL: IMPORTÂNCIA DA ADOÇÃO DO MANUAL DE COMUNICAÇÃO SOCIAL NA PMDF

Data: ______/março de 2010.

Trabalho Técnico Científico⁄Profissional avaliado por:

_______________________________
Presidente
________________________________Membro Nato
________________________________
Membro Transitório
________________________________
CAP QOPM KARLA Cristian Rodrigues de Menezes
Orientadora de Conteúdo


Publicado em Boletim Interno nº----- de --------de-----------------------------de 2010.

________________________________
COORDENAÇÃO DO CURSO
SUMÁRIO
1. INTRODUÇÃO 4
1.1. Contexto 4
1.2. Justificativa 10
1.3.Problema 11
1.4. Objetivos 11
2 - REFERENCIAL TEÓRICO 12
3. METODOLOGIA 13
3.1. Fundamentação Teórica 13
3.2. Classificação da Pesquisa 13
3.3.Coleta e análise dos dados 14
3.3.1.Caracterização da amostra 14
3.3.2 Procedimentos de coletas 15
3.4. Resultados esperados 17
4. VIABILIDADE DA PESQUISA 18
4.1. Cronograma 18
4.2 Recursos empregados 19
4.3 Restrições 19
5. REFERÊNCIASBIBLIOGRÁFICAS 20



1. INTRODUÇÃO
1.1. Contexto

Na busca etimológica da palavra Comunicação, encontra-se como raiz o termo latino “communis”, isto é, algo comum a um grupo de pessoas que comungam de interesses diversos.
Já no conceito originário da faculdade natural do ser vivo de uma maneira geral, Comunicação é uma atividade sensorial e nervosa que está diretamente ligada ao processo deautodefesa e de perpetuação da espécie.
A evolução social da raça humana, desde seus mais primários representantes foi baseada na comunicação. Esta, por sua vez, não foi essencialmente verbal, começando por sinais, cujos sons eram assemelhados a grunhidos.
Conforme a raça humana se desenvolvia, havia a mudança dos processos de comunicação assim como nos meios utilizados para a distribuição doconhecimento.
Os primeiros relatos de comunicação na forma escrita conhecida pela humanidade datam de 8.000 A.C. e tinham a característica de retratar o cotidiano daquela comunidade: o desenho de animais pelos primitivos, chamadas Pinturas Rupestres. Tal representação gráfica figurava como legado, que era passado de geração a geração e acumulado no inconsciente coletivo da humanidade.
À medida que ovínculo entre os primatas foi se estabelecendo, percebeu-se que a comunicação os unia e gerava ao “grupo” fruto mais força
Com o passar evolutivo, vários artifícios foram criados para que o processo de comunicação fosse cada vez mais aprofundado e com isso, os primatas passaram a assumir diferentes tarefas, das mais básicas às mais complexas.
De todas as formas empíricas de comunicação, algunstranscenderam a linha do tempo com êxito puderam perpetuar e construir uma memória genealógica imprescindível à sobrevivência da espécie humana.
O homem, desde então, passa a criar sistemas interativos de experiências individuais, cujas relações de reciprocidade eram mutuamente orientadas, levando assim que um grupo pudesse se sobrepujar sob outro.
Na medida em que o ser humano pratica o ato de secomunicar mutuamente, este processo enseja uma natural descoberta, de início individual e consecutivamente da coletividade que passa a permear o produto das experiências individuais em uma linha de crescimento gregário.
Retrocedendo a mais de 2.000 A.C. tinha-se a presença dos filósofos que se ocupavam de entender e documentar seus estudos sobre os mais diversos aspectos da consciência humana,...
tracking img