Processos grupais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1794 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

A vida é demarcada pelo convívio em grupo, o relacionamento interpessoal é constante, até nos momentos de solidão o pensamento está voltado aos amigos, entes queridos, colegas de trabalho, no dia a dia, dificilmente se vive isolado. As pessoas precisam combinar algumas regras para viverem juntas, a esse tipo de regularidade chamamos de institucionalização.
Dada a importância davida em grupo e do processo de institucionalização, temas estes que estão interligados, levou a psicologia ao estudo dos processos grupais, este que atingiu um estado de desenvolvimento que é considerado, por alguns estudiosos, como uma área autônoma da psicologia. No presente trabalho veremos alguns aspectos desses processos bem como algumas definições sobre grupos, equipes e conhecimentos.PROCESSOS GRUPAIS E INSTITUIÇÕES

É possível afirmar que toda psicologia é também Psicologia Social, uma vez que o homem é um ser social, isto é, que vive em grupos sociais, com os quais estabelece uma série de relacionamentos.
Para viver em grupo, é preciso que se estabeleçam regras e normas que regularizem a vida em sociedade, criando uma dependência entre as pessoas. Essa regularidadenormatizada é denominada instituição.
De acordo com Berger e Luckmann, o estabelecimento de regularidades comportamentais é o que define o processo de institucionalização. Institucionalização é o processo de assemelhação ou de transformação de alguma coisa em uma instituição. Este processo de institucionalização começa a partir do estabelecimento de regularidades comportamentais, podemos dizer queinstitucionalização é a presença invisível da sociedade no cotidiano das pessoas.
As pessoas vão descobrindo aos poucos a maneira mais rápida de desempenhar as tarefas do cotidiano tornando estas mais simples e econômicas, elas começam a repetir estas regularidades, desta forma fazem com que isso se torne um hábito. Com a herança dos antepassados estes hábitos acabam se tornando uma tradição, muitasvezes não sabemos por que fazemos desta forma mais se eles determinaram que esta era a melhor forma, alguma razão tinha que existir. Quando perdemos a referência de origem (se passam muitas gerações) falamos então que isso se tornou uma regra institucionalizada, muitas vezes realizamos tarefas de uma maneira que não sabemos explicar o porquê fazer desta forma, apenas sabemos que aquilo deve serfeito daquela maneira. Somente quando a situação é completamente nova precisamos consultar alguém que tenha vivenciado experiência parecida.
Desta forma, podemos conceituar instituição como um valor ou regra social reproduzida no cotidiano com estatuto de verdade, guia de comportamento e padrão ético, ou seja, a Instituição é o conjunto de normas que regem a padronização de um determinado hábito nasociedade e que garantem a sua reprodução, ou seja, é o valor ou regra social que controlam o funcionamento da sociedade. A base da sociedade é a organização. Na organização é onde é praticado tudo aquilo que a instituição determina, por exemplo, os horários de funcionamento das fábricas onde existe a questão do horário para entrada e saída.
A organização constitui-se na base concreta dasociedade, pois reproduz o quadro de instituição no cotidiano de sociedade. Completando a dinâmica de construção social da realidade, temos o grupo – pois é o sujeito que reproduz e pode reformular as regras sociais.
René Lourau e George Lapassade definem como Análise Institucional o campo da Psicologia que estuda as relações entre grupos. Reunindo bases psicanalíticas, marxistas e linguísticas, osautores buscam identificar os grupos sujeitados e os grupos sujeitos, que são os que percebem como as estruturas de poder sujeitam o grupo forçando-o a abandonar sua autonomia e a substituir pelo desejo institucionalizado.
Crises nas formas de controle subjetivo ocorrem de forma ocasional e espontânea (FATO ANALISADOR) e permitem revelar uma situação. O grupo sujeito, na presença do fator...
tracking img