Processo de leitura e escrita

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6481 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A cada dia percebemos como nossa caminhada que no primeiro momento a determinamos como muito longa vai se passando muito rapidamente, a cada passo novas realidades, novas possibilidades.

Neste 4º semestre pude compreender a importância da pesquisa para nossa vivência acadêmica, e a necessidade de pensar o complexo para enterder a atitudes simples, na verdade como já disse Edgar Moram, épreciso enxergar a totalidade, a interdisciplinariedade dos fatos, é impossível fragmenta-los, guarda-los em gavetinhas separadas.

Aqui está o trabalho de um semestre, meu ANTEPROJETO DE PESQUISA, orientado pela mestranda Emanuella Dourado...

ALFABETIZAÇÃO: UMA ABORDAGEM REFLEXIVA A CERCA DO PROCESSO DA CONCEPÇÃO DA ESCRITA E DA LEITURA.

Preparando o cenário para a construção

A alfabetizaçãode uma maneira geral tem sido uma questão bastante discutida, principalmente pelos profissionais de educação, por se observar ainda uma grande dificuldade na aprendizagem da leitura e da escrita da criança. Atualmente esta questão vem recebendo atenção especial, principalmente se considerarmos a alfabetização não apenas como o aprendizado da leitura e da escrita, mas a importância de todo o seucontexto sócio-cultural, histórico e econômico, o qual está inserido o sujeito, tendo como base o contexto de letramento muito defendido por Magda Soares, Doutora em Educação, Licenciada em Letras, que da ênfase a discussão da importância de uma alfabetização voltada a um contexto, onde a leitura e a escrita tenham sentido com o real. É preciso defender assim como Palacios (2007), a importância dalinguagem relacionada também as bases maturativas da criança e a estimulação da aquisição desta linguagem levando-se em consideração processos básicos essenciais para o seu desenvolvimento.
Torna-se essencial perceber que todas estas preocupações, não são recentes, vários teóricos discutiram e vem discutindo a importância de ver a criança não como uma tabula rasa, ou como um adulto em miniatura,mas como um ser em construção, sendo importante o entendimento da sua maturação emocional, intelectual, tão bem defendida também pelo filósofo norte-americano John Dewey (2006) que em publicação na revista Nova Escola, busca refletir seus métodos na constante reconstrução da experiência. Observando também o importante papel da escola no desenvolvimento contínuo do sujeito para a transformação, aformação de um sujeito critico e reflexivo da sua realidade. Todo este contexto deve estimular o conhecimento, a criança deve buscar constantemente o seu aprendizado orientado pelos seus estágios de desenvolvimento em que as crianças estão inseridas.
A alfabetização das crianças de 0 a 6 anos, deve levar em consideração as idéias que a criança já adquiriu sobre o processo da escrita e da leituraantes de ser inserida no ambiente escolar. Na sala de aula, atividades estimularão o processo de ensino-aprendizagem oportunizando avanço na concepção do sistema escrito e oral. Inicialmente a diferenciação dos traços do desenho, aos poucos vai se estabelecendo critérios quantitativos e qualitativos das letras e relacionada a formação das palavras, vão também se estabelecendo as relações entre aescrita e o som, imagens e palavras. Porém cabe aqui ressaltar que de uma maneira geral, todos estes conhecimentos, hoje possíveis, deve-se a Emilia Ferreiro e Ana Teberosky que possibilitaram na década de 70 a construção de uma didática da alfabetização, considerando a criança como um ser que constrói conhecimento.
Após a inserção da criança na escola, a alfabetização é sem dúvida o momento maisimportante da formação escolar, e infelizmente o que ainda presenciamos, é um desconhecimento da realidade lingüística da criança pelos profissionais de educação, como também pelos livros didáticos, podendo aqui nos referir a doutora em Educação, Silvia Colello em entrevista ao guia prático de professores da educação infantil (2008), quando relata que não se aprende a ler e a escrever memorizando...
tracking img