Processo de escrita

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1255 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
de Escrita
Processo da Escrita

Resumo das ideias de Emília Ferreiro e Ana Teberosky em “Psicogênese da língua escrita” by Telma Weys

As hipóteses da escrita são construídas por cada indivíduo independentemente da idade que possui. Tanto na alfabetização de crianças, como na alfabetização de adultos, esse processo foi observado. Portanto, uma criança que está na hipótese pré-silábica, nãopulará diretamente para a fase alfabética, sem antes passar pelas fases silábicas, com e sem valor e silábica-alfabética. É necessário que o professor tenha em mente que seu trabalho deve ser pautado em auxiliar a criança a mudar de fase, até que chegue à hipótese alfabética. Cada criança tem seu tempo e avançará quando seu pensamento estiver maduro o suficiente.

Hipóteses

Não Icônica: asconcepções da criança são representadas de forma estritamente primitiva. Não distingue letra de desenho, nem o número da letra. Faz representações que nos parecem, a princípio, sem sentido. Esses rabiscos são chamados garatujas.

Icônica: Consegue distinguir letras e números dos desenhos e outras formas de representação.

Trabalho que deve ser realizado: deve-se trabalhar com atividades quepossam ampliar o conhecimento de letras da criança, também para que ela consiga separar letras de números e atribuir significado de escrita à elas.

Pré-silábica: a partir da ideia de que letras e números são diferentes de desenhos, a criança começa a “escrever” numa tentativa de representação das coisas, porém, não da fala ou nome das coisas, pois:
- escreve com muitas letras o que é grande e compoucas letras o que é pequeno. Exemplo:
Boi: mnviduiçndutej Formiguinha: iev
- escreve pequeno o que é pequeno e grande o objeto que tem grandes dimensões.
Ex: Leão: OUTGBVCD Grilo: pwxzsq
- em geral, a criança estipula um determinado número de letras para escrever qualquer palavra. Em geral três, pois, nessa fase, a criança pensa não existir palavras com menos de três letras.
-também é costumeiro que a criança use apenas as letras de seu próprio nome embaralhadas para escrever qualquer palavra, uma vez que possui um universo pequeno de letras conhecidas.

Trabalho que deve ser realizado: trabalhar com atividades que levem a criança a perceber o valor sonoro das letras. Colocar a primeira letra das palavras, ou a última, trabalhar principalmente com vogais e com asletras do nome da criança e dos colegas.

Pré-silábica com valor sonoro: a criança começa a perceber que cada letra possui um som específico. A partir daí começa atribuir valor sonoro para a primeira letra, e eventualmente, a última.
Ex: APONTADOR: amnvfyeigbjmno
MOCHILA: ofgteilhna
ORELHA: ofjuytaxv

Trabalho que deve ser realizado: Trabalhar em sala de aula com atividades em quea criança perceba a divisão silábica oral de cada palavra, incentivando-a a escrever uma letra para cada vez que abre a boquinha para pronunciar um fonema.

Silábica sem valor sonoro: quando a criança avança para o nível silábico, percebe que cada parte da fala do nome de algum objeto, pode ser escrita com uma letra. Em geral, escreve com letras mais conhecidas a ela, como as do seu nome. Issoporque ainda não atribui significado sonoro a letras.
Ex: CAVALO: RGZ
BORRACHA: PCQ
BORBOLETA: HYSX


Trabalho que deve ser realizado: deve-se levar a criança a perceber o valor sonoro de cada letra, (trabalhando principalmente com as vogais) com atividades de completar as palavras com as vogais. Ex:
P__LH__Ç__ B__N__C__ C__M__D__

Silábica com valor sonoro:Nessa fase, a criança começa a atribuir significado sonoro a cada letra. Ela pensa que se escreve perfeitamente colocando uma letra para cada sílaba, de acordo com o som que representam.
Ex: CACHOEIRA: AOEA
BRINQUEDO: IEO
SOFÁ: SF
CANETA: KEA
CHINELO: XNL

Trabalho que deve ser realizado: quando a criança entra nessa fase, seu pensamento se estabiliza momentaneamente....
tracking img