Problemas de aprendizagem no ensino da matematica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4328 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Nome da Revista

Vol. , Nº. 0, Ano 2009


Alini Anne Camarotto
alinicamarotto@hotmail.com



























intervenção psicopedagógica no ensino da matemática


ResuMO

Este artigo tem a finalidade provocar uma reflexão sobre as dificuldades no aprendizado da Matemática e a intervenção psicopedagógica necessária para este fim. Busca-se contribuirpara que haja uma aprendizagem significativa através de uma intervenção correta, para isso, deve-se ter a percepção de onde está situada a dificuldade, compreendendo como funciona a cognição da criança. O diagnóstico é etapa fundamental nesta problemática.

Palavras-Chave: Dificuldades; Aprendizagem; Matemática; Diagnóstico; Intervenção; Psicopedagogia.


abstract

This article is intendedprovoke reflection on the difficulties in learning mathematics and pedagogical intervention necessary for this purpose. We seek to contribute to that there is a significant learning through a correct intervention for that, one must have a sense of where the difficulty lies, including how the child's cognition. The diagnosis is key step in this problem.



Keywords: Difficulties, Learning,Mathematics, Diagnosis, Intervention, Educational Psychology.

1. Introdução

As dificuldades de se aprender Matemática não são novas e causam uma grande frustração tanto no aluno quanto no professor que, através de sua avaliação contínua, percebe que seu aluno não aprendeu tudo o que era necessário. Seria mais fácil culpar o aluno pelo seu fracasso, porém, o problema pode estar no ensino.O Psicopedagogo deve ter uma visão mais abrangente sobre as causas da dificuldade de aprendizagem, entendendo que para aprender o ser humano depende também de como está sendo ensinado.
Os profissionais da educação precisam administrar a sua formação continuada, para que possam ensinar com maior eficácia, despertando o interesse dos alunos, fazendo com que eles percebam que o que éensinado será útil na sua vida. Ainda, precisam aumentar o diálogo em sala de aula, com a família e na escola como um todo.
Atualmente, um cidadão que não é capaz de aprender em nossa sociedade sofre uma espécie de “exclusão social”, pois não terá autonomia para fazer as suas contas diárias, ir ao mercado, ter autonomia para decidir sozinho, conferir um troco no ônibus, mudar de profissão se nãosabe fazer cálculos simples e não tem o raciocínio lógico desenvolvido.
Não há como negar que a Matemática está presente em nosso cotidiano, apesar de sua conotação de “ser difícil”, o que certamente influência no aprendizado, pois existe um típico consolo em não entendê-la por parte de alguns alunos, que chegam a se considerar incapazes, o que causa uma frustração que diminui a suaautoestima.
Esse artigo tem como objetivo a reflexão de algumas causas que dificultam a aprendizagem da Matemática, para que o professor e o psicopedagogo possam intervir, despertando o interesse do aluno. É trabalhando junto com o professor que o psicopedagogo poderá ajudar a conseguir uma aprendizagem significativa do aluno.



2. o ensino da matemática na atualidade

Sabemos queos conteúdos ensinados na escola são divididos em quatro tipologias: factuais, conceituais, procedimentais e atitudinais.
De acordo com Iezzi (2010) conteúdos conceituais constituem o conjunto de conceitos e definições relacionadas aos saberes. Conteúdos procedimentais envolvem “aquilo que se aprende a fazer fazendo”.

Ainda, de acordo com Iezzi (2010) conteúdos atitudinaissão aqueles que se referem à inserção social e ao exercício da cidadania.
Neste contexto, é importante diversificar os momentos de aprendizagem através de vários projetos: propondo pesquisas, trabalhos coletivos, pesquisas práticas, não entregando o conteúdo pronto, mas dando condições para que o aluno tenha autonomia de aprender, na sua forma mais conveniente.
O psicopedagogo assume...
tracking img