Praxes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3470 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CÓDIGO DE PRAXE

CÓDIGO DE PRAXE
Titulo 1º Definições com a praxe relacionadas

Artigo 1º – Por Praxe Académica entende-se o acto de iniciação na vida académica dos caloiros por parte dos veteranos;

Artigo 2º – A Praxe Académica tem por objectivo a integração dos recém-chegados a este Instituto, seguindo a Tradição Académica;

Artigo 3º – A Praxe deve ser constituída pelo conjunto deactos previstos no presente Código, prescindindo de actos de violência, abuso de poder e humilhação extrema que possam ser exercidos por Veteranos sobre os respectivos Caloiros;

Artigo 4º – Por Caloiro deverá ser entendido qualquer aluno que faça a sua primeira matrícula do Ensino Superior no Instituto Superior de Gestão e manterá tal estatuto até ao seu “enterro”;

Artigo 5º – São Veteranos,todos os alunos que possuam duas matrículas no Ensino Superior e que tenham sido por sua vez praxados;

Artigo 6º – São Doutores, todos os alunos que possuam três matrículas no Ensino Superior e que tenham sido praxados;

Artigo 7º – São Mestres, todos os alunos que possuam quatro ou mais matrículas no Ensino Superior e que tenham sido praxados;

Artigo 8º – É Dux Facultis, o alunoresponsável pela Comissão de Praxe e que possua pelo menos cinco matrículas no Ensino Superior e que tenha sido praxado. Caso o Presidente não disponha das matrículas suficientes para ser Dux Facultis, será Dux Praxis;

Artigo 9º – O estatuto de Anti-Praxe é um direito de qualquer caloiro e que pode ser requerido a qualquer momento, devendo ser respeitado de imediato por parte dos veteranos;

Artigo10º – Por Baptismo entende-se o acto em que sobre o caloiro, simbolicamente prometendo obediência aos seus padrinhos, é deitada água na cabeça, simbolizando a sua entrada na comunidade estudantil do Instituto;

Artigo 11º – Padrinho e Madrinha são os veteranos que adoptem o caloiro, tendo as suas praxes prevalência sobre as dos restantes veteranos. Após o início da vida de estudante dos Caloiros,estes devem servir de exemplo ao (s) seu (s) afilhado (s) /afilhada (s), e dentro das suas capacidades fornecer conselhos e materiais que sejam úteis ao (s) caloiro (s) por ele(a) Apadrinhados;

Artigo 12º – Podem ser atribuídos pela Comissão a qualquer Caloiro títulos especiais com as mesmas funções, sendo exemplo de tal: Cuco – Deverá dizer as horas sempre que um veterano o requeira; Cinzeiro –Deverá, a todas as alturas, transportar um cinzeiro consigo; Entre outros. Estes não podem jamais comprometer os direitos do caloiro e nunca deverão ser cruéis ou extremamente humilhantes;

Artigo 13º – Por extremamente humilhante entende-se todo e qualquer acto de praxe que desrespeite em demasia o pudor, religião, etc., do Caloiro;

Artigo 14º – Por cruel entende-se toda e qualquer praxeque seja prejudicial à saúde do caloiro, seja violenta, seja feita com dolo ou com objectivo de vingança, ou que danifique a propriedade do Caloiro;

Artigo 15º – Qualquer Veterano que seja culpado de um qualquer acto referido nos artigos 13º e 14º, deverá imediatamente ser impedido de praxar, poderá perder o seu estatuto de Veterano, e poderá, caso se justifique, enfrentar um processodisciplinar, que será apoiado pela Comissão de Praxes.

Titulo 2º Direitos Salvaguardados dos Caloiros

Artigo 1º – Como já referido no Artigo 9º, Titulo 1º, o estatuto Anti-praxe é um direito de todo e qualquer caloiro que o requeira, podendo tal ser feito a qualquer altura da praxe. Ao declarar-se anti-praxe, o caloiro não será mais praxado, em qualquer altura. Como contrapartida e como é habitual, umcaloiro que se declare anti-praxe não poderá empreender qualquer actividade considerada Tradição Académica, como é o caso da Tuna, Trajar à QuintaFeira Negra, e tudo o resto, à excepção da Bênção e Queima das Fitas, e uso do traje nestas mesmas alturas, sendo-lhe no entanto proibido o uso de pins ou emblemas. Estas contrapartidas devem ser dadas a conhecer na totalidade ao Caloiro antes de...
tracking img