Positivismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1447 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

Neste trabalho estaremos falando sobre o Positivismo de Augusto Comte, além de estarmos abordando o método positivista de Augusto Comte, A filosofia positivista, o positivismo no Brasil, religião positivista e a lei dos três estados na qual Comte diz que o homem passou e passa por três estágios para conceber suas idéias, que são eles estado teológico ou fictício que sedivide em fetichismo, politeísmo e monoteísmo, estado moderno ou abstrato e por ultimo estado positivo ou cientifico.

POSITIVISMO

A palavra “Positivismo” possui distintos significados, que engloba perspectivas filosóficas e cientifica do século XIX e outras do século XX. Teve o seu inicio na primeira metade do século XIX com Augusto Comte (1798-1857) até o seu apogeu o sentido da palavra mudouradicalmente, incorporando vários sentidos, muitos deles contraditórios entre si .
Para Comte, o positivismo é uma doutrina filosófica, sociológica e política. Que surgiu com o desenvolvimento sociológico do iluminismo, das crises social e moral do fim da Idade Média e do nascimento da sociedade industrial. Assim o Positivismo associa uma interpretação das ciências e uma classificação doconhecimento a uma ética humana radical, que se desenvolveu na segunda fase da carreira de Comte.

MÉTODO DO POSITIVISMO DE AUGUSTO COMTE
O método geral do positivismo de Comte consiste na observação dos fenômenos, subordinado a imaginação e a observação, mas deve-se perceber que cada fenômeno tem suas particularidades, de modo que o método de observação para cada fenômeno serádiferente, mas há outras características que tiveram grande importância. Na obra Apelos aos conservadores (1855), Comte definiu a palavra positivo com sete acepções: real, útil, certo, preciso, relativo, orgânico e simpático. Duas dessas características são reconhecidas por todos: a visão de conjunto ou o holismo, e o relativo.
A idéia-chave do Positivismo comtiano é a Lei dos TrêsEstados, de acordo com a qual o homem passou e passa por três estágios em suas concepções, isto é, na forma de conceber suas idéias sendo eles: o estágio teológico, metafísico e positivo.

Filosofia positiva
A filosofia positiva de Comte nega que a explicação dos fenômenos naturais, assim como os sociais, provenha de um só princípio. A visão positiva dos fatos abandona a consideraçãodas causas dos fenômenos (Deus ou natureza) e torna-se pesquisa de suas leis, vista como relações abstratas e constantes entre os fenômenos observáveis.
Para Comte outras ciências já haviam atingido a positividade sendo elas a Matemática, Astronomia, a Física, a Química e a biologia. Em sua nova ciência chamada de física social e posteriormente sociologia Comte usaria da observação,da experimentação, da comparação, da classificação e da filiação histórica como método para obtenção dos dados reais.
Em 1851 Comte instituiu uma sétima ciência, a Moral, cujo âmbito de pesquisa é a constituição psicológica do individuo e suas interações sociais. Pode-se dizer que o conhecimento positivo tem como fundamento “ver para prevê, a fim de prover”, ou seja é preciso conhecera realidade para saber o que acontecerá a partir das nossas ações, para que o ser humano possa melhorar a sua realidade. Dessa forma a previsão cientifica caracteriza o pensamento positivo.
O espírito positivo segundo Comte tem a ciência como investigação do real. No social e no político, espírito positivo passaria o poder espiritual para o controle dos “filósofos positivos” cujo poderé, nos termos comtianos exclusivamente baseado nas opiniões e no aconselhamento, afastando-se a ação política pratica desse poder espiritual o que afasta o risco de tenocracia.
Todavia é importante notar que o Positivismo criado por Comte não tem nenhuma relação com os outros positivismos de outras área do conhecimento.

O POSITIVISMO NO BRASIL
As idéias do positivismo...
tracking img