Positivismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1367 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1 INTRODUÇÃO
O trabalho apresentado irá falar de forma sucinta sobre o positivismo de Augusto Comte e a sua influencia no Brasil. O trabalho vem Coloca ainda que a linha de pensamento positivista vem realizar através da ciência uma reforma social. Surgindo como um ato conservador a varias transformações vindas pela Revolução Francesa e pela Revolução Industrial e assim, se fazia necessárioestudar através da observação a sociedade como um objeto de estudo.
Assim, a sociedade estava no meio de varias transformações, e se fazia necessário, que se estudasse mais a fundo esta sociedade. Tendo, portanto, Augusto Comte como um dos precursores desse estudo colocando que era possível fazer a observação da sociedade através do método cientifico. Augusto Comte cria, portanto aalinha de pensamento positivista.
O positivismo, que tem como núcleo três estágios : o estado teológico ou fictício, o estado metafisico ou abstrato e o estado cientifico ou positivo. Na linha de pensamento positivista, Comte prega o fim da religião, que segundo o mesmo , não deixa que a sociedade cresça, progrida.
Será Observado ainda no trabalho, que o positivismo teve uma a influenciamuito grande no Brasil e que essa influencia foi fundamental nos eventos que levaram a Proclamação da Republica. E, a influencia da doutrina Comtiana no Brasil fica marcada na bandeira brasileira pelo lema “Ordem e Progresso”.















2 DESENVOLVIMENTO

O Positivismo de Augusto Comte:

O Positivismo é umacorrente filosófica, que teve inicio na França, e que surgiu a partir da teoria de Augusto Comte, com a colaboração de Clotilde de Vaux, pois ela mostrou a superioridade do sentimento sobre a inteligência. Augusto Comte é um filosofo francês do inicio do século XIX, e sua doutrina influenciou de forma significativa as filosofias posteriores. Essa nova corrente filosófica, coloca como principio queo homem pode conhecer-se unicamente pela utilização dos sentidos, que tudo que não pode ser tocado, cheirado, sentido, não é real.
A doutrina positivista de Augusto Comte tem também um ponto importantíssimo que é a lei dos três Estados, onde segundo Augusto Comte, diz que, assim como o ser humano tem suas fases de desenvolvimento, a humanidade passa pela evolução dostrês Estados, que são: O Estado Teológico, também conhecido como religioso, onde a sociedade é dirigida, encaminhada pelas forças sobrenaturais, ou seja, tem uma mediação divina; Estado Metafisico, fase onde a razão buscava explicações para os acontecimentos através de noções abstratas; O Estado Positivo, que muitas vezes foi chamado de Estado Cientifica.“No Estado positivo, seriam abandonadas a tentativa de buscar a origem ou natureza dos fenômenos para restringir-se a perseguição das leis universais que expliquem seu funcionamento. Isto porque seguindo a logica da lei dos três Estados, a crise da nascente sociedade industrial seria causada pela transição dos Estados teológico e metafisico para o Estado Positivo (BARBOZA,2009-P.40)”.
Comte, acreditava que era possível fazer a observação da sociedade através de um método cientifico, analisando, e a partir dessa analise criar um meio de melhora de vida para toda a sociedade. Por isso, também pregava o fim da religião e da filosofia, pois para ele os pensamentos filosóficos e religiosos não deixavam que acontecesse o progressocientifico e social da humanidade.
Um dos princípios do Positivismo de Augusto Comte, é a separação entre o poder religioso e o poder civil, assim, somente homens ilustres e bem esclarecidos seriam os sacerdotes do saber; pois a religião para Augusto Comte era considerada “o ópio do povo”, não deixando que a sociedade realmente observasse as fatos com mais realidade e clareza. Assim, para...
tracking img