Politicas sociais no brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1141 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1 INTRODUÇÃO

O aumento da pobreza na Europa se deu no decorrer do século XX. “A sociedade estava à beira do colapso, com uma economia deteriorada e com um quadro social bastante preocupante, em que os índices de desemprego cresciam e o pauperismo se generalizava.” A questão social começou a ser o centro das atenções do Estado e da classe dominante, pois havia se tornado algo difícil de serrevertido. Além da pobreza excessiva havia também a questão dos trabalhadores que estavam cada vez mais organizados apesar da repressão que sofriam. “As novas estratégias de atendimento à questão social’ precisavam, portanto, levar em conta essa nova organização societária, em que operava uma renovadora correlação de forças. Havia um população pauperizada e faminta, já expulsos do mercado ou nelesesperando adentrar.” Com esse quadro social bastante preocupante, viu-se a necessidade de buscar meios de combater essa situação, então, buscou-se o trabalho das Ações do Serviço Social por essa ser uma ciência de crise.

2 DESENVOLVIMENTO
Historicamente a realização da prática assistencial esteve bastante distanciada das relações sociais, associando-se mais à noção de caridade. Com o passardo tempo e após receber as influências da Igreja e do capitalismo a assistência ampliou a sua base, fundamentando-se não só na caridade mas especialmente na justiça social. A ajuda, nessa fase da história da humanidade, concretiza-se na esmola esporádica.” Com o passar do tempo observou-se a necessidade de racionalizar a prestação da assistência, eliminando-lhe o caráter meramente eventual ouepisódica. Ao longo do tempo, a assistência passou a abranger novos caminhos, porém a caridade para com os pobres se manteve sempre ligada à ela, constituindo um verdadeiro sinal indicativo de sua prática.
Discorrendo sobre as normas religiosas de amparo aos necessitados Ander Egg conclui:

Não se pode duvidar que o cristianismo produz uma profunda e radical evolução nas relações humanas: opróximo passa a ser qualquer pessoa necessitada de ajuda, o amor ao prócimo é a medida do amor a Deus e o parâmetro de vida Cristã. Este amor não deve apenas abranger a família, os amigos e as pessoas do próprio país, mais há de atingir a todos o homens, inclusive aos estrangeiros e doentes. Estas idéias e tudo que configura o pensamento cristão dera uma nova moldura e novo impulso às diferentesformas de ajuda aos pobres e doentes.(ANDER EGG,195,p.69)

O movimento trabalhista crescia e vendo seus interesses ameaçados, Igreja, Estado e burguesia se uniram como objetivo racionalizar a assistência, buscando formas de controlar a classe trabalhadora. Durante o período das inúmeras lutas religiosas desencadeadas pela Reforma, a prática da assistência passou por várias alterações, das quais amais significativa foi a sua organização em bases laicas e não mais religiosas. Nesse aspecto a assistência social era vista como uma forma de garantir a expansão do capital principalmente através da repressão de tudo o que pudesse impedir isso. Descrevendo a intenção da igreja IAMAMOTO diz:
Ante a degradação da sociedade civil tradicional e ao declínio de sua influência ante a ultrapassagem daconcepção religiosa do mundo. A igreja Católica deverá reagir, reagrupando suas forças, visando à reconquista de suas antigas prerrogativas e privilégios, tanto práticos como ideologicos. Essa reação terá por base, por meio de métodos organizativos e disciplinares, a constituição de poderosas organizações de massa, “ verdadeiro partido da igreja” visando ao controle e enquadramento da populaçãocatólica.( IAMAMOTO, CARVALHO, 2007, p. 140, grifos do autor)

Na Europa o Serviço Social tomava outros rumos. “A linha psicologia e psicanalista que caracterizava a abordagem individual americana, ali não teve grande ressonância.” Esta foi substituída pela sociologia. Enquanto os americanos viam no indivíduo o portador dos problemas sociais os europeus viam na sociedade a origem desse problema....
tracking img