Politica monetaria - lula

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1772 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Inflação e política monetária: um balanço do governo Lula
Everton Freire de Carvalho*

O controle da inflação, tido como a principal meta da política econômica do atual governo, vem sendo alcançado. Os principais índices de preços vêm registrando sucessivas quedas. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) saiu de 12,53%, em 2002, antes que o atual governo assumisse, para 5,69%, em 2005,com a perspectiva de encerrar o ano de 2006 abaixo da meta estabelecida pela autoridade monetária – 4,5% (a expectativa é que o IPCA registre alta de apenas 2,97%). A manutenção do tripé câmbio flutuante, metas de inflação rígidas e superávits primários elevados, a despeito de garantir a estabilidade monetária, têm levado a economia brasileira a um estado de estagnação, uma vez que o país nãoconsegue atingir um crescimento econômico mais robusto, como aquele observado pela grande maioria dos países emergentes. O preço pago para se atingir essa estabilização tem sido alto demais, talvez conduzindo o Brasil a perder o bonde do crescimento mundial? É essa questão que este artigo buscará responder, com base nos números mais recentes da conjuntura nacional.

crise cambial verificada no anoanterior, a qual levou o país a sofrer uma série de ataques especulativos (com um dólar chegando a custar quatro reais), bem como pelos reajustes dos preços monitorados. Como os IGP responsáveis por corrigir os preços dos servi, ços de telefonia1, de energia elétrica e da maioria dos preços monitorados em 2002, obtiveram os maiores resultados desde a implantação do Plano Real, isso acabou impactandode forma decisiva na expressiva elevação da inflação naquele ano (Tabela 1). Não obs-

Inflação
Nos últimos três anos e dez meses, a inflação tem se mostrado bastante moderada. Os Índices Gerais de Preços (IGP), por exemplo, tiveram recordes históricos no ano de 2005, quando alcançaram sua menor marca. Em 2003, o primeiro ano do atual governo, o IPCA apresentou alta de 9,3%. Essa foiinfluenciada pela
* Graduando da Faculdade de Ciências Econômicas, Universidade Federal da Bahia, bolsista do Núcleo de Estudos Conjunturais (NEC). A partir de 2006, foi criado pela ANATEL o índice de serviços de telecomunicações (IST), responsável pelo reajuste das tarifas nesse setor. Para o próximo biênio (2006/2007), a composição deste índice será a seguinte: IPCA (46,27%), INPC (4,78%), IGP-M(5,75%), IPA-OG/Máquinas (34,15%), IPA-Plásticos (1,63%), IPCA-Energia Elétrica (2%), IGP-DI (0,33%), SINAPI (3,96%) e IPCA-Correios (1,13%). Maiores informações, Cf. ANATEL (2006).
1

18

Conjuntura e Planejamento, Salvador: SEI, n.150, p.18-22, Novembro/2006

Everton Freire de Carvalho

tante esses fatores terem contribuído negativamente com a inflação em 2003, os resultados dos IGP foram bemmelhores do que aqueles observados no ano anterior (O IGP-DI fechou 2003 com alta de 7,66% ante 26,41% em 2002 e o IGP-M registrou alta de 8,69% ante 25,30% do ano anterior). No segundo ano do governo Lula, o IPCA registrou a segunda queda consecutiva em relação ao ano imediatamente anterior. O índice fechou 2004 com alta de 7,6%. O resultado foi 1,7 ponto percentual abaixo do registrado em 2003.Mais uma vez, a inflação foi influenciada pelos preços monitorados. O grupo comunicação (13,91%) registrou a maior alta do ano (Tabela 2): só a tarifa de telefone fixo elevou-se 14,76% e a energia elétrica variou 9,64%. Esses reajustes, porém, foram menos acentuados do que em 2003. O outro grande responsável pela inflação em 2004 foi o grupo de combustíveis, que subiu 14,64%, devido à alta dopreço do petróleo, que levou a Petrobrás a reajustar três vezes o valor da gasolina nas refinarias.

Plano Real (CARVALHO; LEPIKSON, 2006). O câmbio apreciado, advindo das exportações e dos juros altos, foi o principal responsável por tal desempenho. Pelo terceiro ano consecutivo, a inflação foi diretamente influenciada pelos preços monitorados. A maior pressão sobre o IPCA deu-se com as tarifas...
tracking img