Plano de negocio - centro cultural diversão e arte

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2248 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PLANO DE NEGOCIO

CENTRO CULTURAL DIVERSÃO E ARTE



Fatores Econômicos:

Após realizar pesquisas via internet, jornais e revistas, foi verificado que as pessoas e empresas estavam se interessando cada vez mais em investir em cultura, pois a base para se conseguir um país mais politizado e consciente é o investimento em educação.
Foi verificado também que as pessoas estavam maisdispostas a gastar parte do seu orçamento com bem-estar e na qualidade de vida. Ocorre que somente a perspectiva do lazer não é interessante para essa camada. Eles querem não só agregar qualidade de vida, mas técnicas e conhecimento artístico.



Fatores Socioculturais:

A falta de tempo, e o estresse diário nos grandes centros fazem com que as pessoas procurem alternativas para diminuir oestresse e até para fazerem novas amizades. A frenética da vida e a “era da internet” estão fazendo cada vez mais com que as pessoas se sintam solitárias. Atualmente fazer e manter amigos virou uma atividade praticamente virtual, sendo utilizado para isso na maior parte das vezes, somente a internet e as redes sociais. As relações estão cada vez mais impessoais.
Analisando o aspecto de que o tempoocioso também deve ser aproveitado, cria-se um Centro Cultural.
Outro aspecto analisado foi que a violência urbana e a falta de segurança não permitem mais às crianças e pré-adolescentes se socializarem com os amigos da rua e/ou do bairro e muito dos prédios da redondeza não possuem área comum para que aconteçam os encontros desses jovens para socialização.



Fatores Políticos/Legais:Captação de recursos de empresas por intermédio da “Lei Rouanet” para financiamento de projetos que serão desenvolvidos no Centro Cultural.



Fatores Tecnológicos:

Após analise, foi verificado que havia pouco impacto no negócio.




PLANO DE NEGOCIO

CENTRO CULTURAL DIVERSÃO E ARTE



Concorrência:

Elaborar promoções tais como: pacotes de curso com pagamento parcelado, facilidadesno pagamento, desconto nas mensalidades com a indicação de aluno, aula experimental grátis.


Fatores Internos:

Estrutura do ambiente – Galpão. Não era um casa? (está escrito mais adiante)

O Centro Cultural possui infraestrutura adequada:

• Sala de dança (01)
• Sala de música (01)
• Sala de vídeo (01)
• Estúdio para rádio (01)
• Teatro com capacidade para 50 pessoas
• Lanchonete• Videoteca

Espaço alternativo para administração de cursos:

Cursos:

• Grafite e pintura cênica
• Maquiagem caracterizada
• Confecção de figurino
• Confecção de cenário
• Confecção de adereços

Material disponível para utilização nas salas de aulas:

• Câmera de vídeo
• Câmera fotográfica
• Instrumentos de percussão, metais e cordas.








Definição doPúblico-Alvo:

Pessoa Física

1. Geográficos = os bairros adjacentes que são atendidos pelo metrô;

2. Demográfico = Adolescentes e adultos jovens com idade de 15 a 30 anos. Classe média e classe média alta;

3. Psicográficos = Pessoas com interesse cultural. Sendo para profissionalização ou para lazer;

4. Comportamentais = Socialização e conhecimento técnico;



Falta colocar a analise SWOT(pontos fortes e pontos fracos / oportunidade e ameaças – analise interna e externa)
































SUMÁRIO EXECUTIVO (último passo/ resumo do negocio

O negócio refere-se a um Centro Cultural, voltado exclusivamente para teatro e cinema como uma nova opção de cultura que abrange lazer e profissionalização.

Trata-se de um negócio que será montadoem uma casa com bastante área verde num bairro de classe média alta com boa infraestrutura e acessibilidade.

O Centro Cultural será localizado no bairro de Botafogo com a finalidade de abrangência de serviço aos bairros adjacentes e aos bairros que estejam no itinerário do metro.

Após as pesquisas realizadas, foi verificado que os adolescentes e pré-adultos dessa classe estavam...
tracking img