Plano de mergencia interno

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 35 (8674 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O Futuro Técnico de SHT
Ricardo Costa
Eng.º Helena Nogueira

Janeiro de 2011
QuadroLux, Lda.
Plano de Emergência Interno


















Escola Secundária Filipa de Vilhena
Curso de Educação e Formação de Adultos EFA (Nível 3)
Segurança e Higiene no Trabalho

UFCD 3788 - Plano de emergência
Implementação

Formadora: Eng.ª Helena NogueiraFormando: Ricardo Costa

Porto
Janeiro de 2011

Promulgação

O presente Plano de Emergência Interno (P.E.I.) é composto por diversos capítulos, cujos conteúdos, devem ser respeitados de forma a melhorar a segurança da empresa. As disposições deste PEI devem ser cumpridas por todos os colaboradores da organização. Neste sentido serão distribuídas cópias deste plano a todos os trabalhadores daempresa, e as chefias serão responsáveis por garantir que a politica, os objectivos e os procedimentos sejam entendidos e implementados por todos. Para que tal se verifique, são promovidos diferentes tipos de acções que favoreçam o envolvimento dos colaboradores na implementação do presente P.E.I. O PEI é um documento que se quer dinâmico, pelo que deverá ser revisto e actualizado anualmente ousempre que necessário, podendo-se assim garantir o nível de segurança desejado.

Este plano entra em vigor em ____ / ____ / _____

______________________, ____ de ________________ de _____

GLOSSÁRIO DE TERMOS

Acidente Industrial:
Qualquer acontecimento, tal como um derrame de substâncias, um incêndio ou uma explosão, de carácter grave, relacionado com uma ocorrência incontrolada emactividade industrial, que provoque perigo grave, próximo ou imediato, para o homem, no exterior ou interior do estabelecimento, e/ou para o ambiente, e que possa envolver uma ou mais substâncias perigosas.

Agente Extintor:
Qualquer matéria utilizável no combate eficaz de um foco de incêndio.

Alarme:
Considera-se o sistema estabelecido para o aviso e informação do pessoal da empresa, quando emsituação anormal ou de emergência.

Alerta:
Sistema estabelecido para aviso e informação das forças de socorro exteriores à empresa em situações de emergência.

Botoneira Manual de Alarme:
Dispositivo para o accionamento, por intervenção humana, destinado a transmitir o alarme à central de incêndios.

Caminho de Evacuação:
Percurso a utilizar em situação de emergência, desde um determinadoponto até uma saída para o exterior.

Carretel:
Dispositivo de uma rede de incêndios, constituído por uma mangueira rígida enrolada em carretel, que permite uma intervenção com água.

Emergência:
Situação anormal que para limitar danos em pessoas, propriedade ou ambiente, requer uma acção pronta para além dos procedimentos normais.

Equipa de 1ª Intervenção:
Intervenção organizada de umaequipa de pessoas com formação, especifica para actuar em situação de emergência.

Espuma:
Agente extintor constituído por conjunto de bolhas numa atmosfera gasosa, normalmente de ar, aprisionada por uma película fina de solução espumífera.

Evacuação:
Acção destinada a promover a retirada de pessoas de um determinado local.

Explosão:
Fenómeno caracterizado por um aumento rápido depressão. O confinamento e uma condição favorável à ocorrência de explosões, embora não seja uma condição necessária, isto é, podemos ter explosões em espaços não confinados.

Extintor Portátil:
Equipamento que contém um agente extintor que pode ser projectado e dirigido sobre o fogo por acção de uma pressão interna.

Iluminação de Emergência:
Iluminação eléctrica que, em caso de falha de energia,permite a movimentação de pessoas em segurança.

Incidente: Acontecimento inesperado que origina apenas danos materiais ou agressão ambiental, de qualquer natureza e/ ou perda de capacidade operativa num sistema. Pode dar origem, ou não, a uma situação de acidente.

Intervenção:
Conjunto de acções desenvolvidas para combater um acidente ou incidente e minimizar as suas consequências....
tracking img