Pip apitos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1849 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
MARINHA
ESCOLA DE TECNOLOGIAS NAVAIS

PROJECTO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA

Curso de aperfeiçoamento de apitos do cerimonial marítimo

2SAR M Ramos Domingos

Índice

1- Enquadramento
2- Duração do módulo
3- Público-alvo
4- Objectivos gerais
5- Objectivos específicos
6- Conteúdos de aprendizagem
7- Metodologias e estratégias
8- Recursos didácticos
9-Avaliação da aprendizagem e da formação

ANEXO ALFA
QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS FORMANDOS

ANEXO BRAVO
QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS FORMADORES
Curso de aperfeiçoamento de apitos do cerimonial marítimo
1- Enquadramento

O curso de aperfeiçoamento de apitos do cerimonial marítimo surge na necessidade que se tem vindo a verificar, principalmente a bordodos navios, quando é solicitado apitos do cerimonial marítimo, notando-se falta de conhecimento e destreza para a sua execução por parte de alguns militares, nomeadamente por militares mais antigos, que estiveram longos períodos sem embarcar.
Verifica-se que os mestres de bordo dão formação de apitos do cerimonial marítimo, depois da hora dos serviços ou a navegar, mas só quando existedisponibilidade, como consequência têm uma sobrecarga nas suas tarefas como mestre do navio.
O curso é criado com a finalidade de combater a lacuna de vários anos sem formação de refrescamento ou actualização, de modo a completar uma vertente mais profissional e cultural para cada militar, na área da marinharia.

2- Duração do módulo

O curso de aperfeiçoamento de apitos do cerimonial marítimo temapenas um módulo, com uma duração de 12 horas dividido por quatro (4) dias, sendo só leccionado 3 horas, na parte da manhã.
O módulo é composto por 4 horas de aulas teóricas, por 6 horas de aulas práticas e 2 horas para o teste misto.

| Segunda-feira | Terça-feira | Quarta-feira | Quinta-Feira |
09.30-10.20 H | Teórica 1 | Teórica 4 | Prática 3 | Prática 6 |
10.30-11.20 H | Teórica 2 |Prática 1 | Prática 4 | Teste misto |
11.30-12.20 H | Teórica 3 | Prática 2 | Prática 5 | Teste misto |

Número máximo de formandos - 10
Mínimo de formandos- 5

3- Público-Alvo
Todos os militares habilitados com curso de formação de marinheiro (CFM) ou curso de promoção a marinheiro (CPM).
Dá-se prioridade a militares embarcados em navios que concorram para a escala de Oficial deMarinheiros.
4- Objectivos Gerais
Demonstrar conhecimentos e perícias no âmbito do cerimonial marítimo.

5- Objectivos específicos
5.1- Utilizar um apito.
5.2- Reconhecer e executar a notação e os sinais de apito
5.3- Reconhecer e executar toques diversos.
5.4- Reconhecer e executar toques compostos.
5.5- Reconhecer e executar toques do cerimonial marítimo.

6- Conteúdos deaprendizagem
6.1- Utilizar um apito.
6.1.1- Regras a observar;
6.1.2- Forma correcta de segurar o apito;
6.1.3- Funções dos toques de apito.
6.2- Reconhecer e executar a notação e os sinais de apito.
6.2.1- Tipos de notas (agudas e graves);
6.2.2- Nota curta;
6.2.3- Nota extensa;
6.2.4- Nota extensa rufada;
6.2.5- Notas picadas;
6.2.6- Notas curtas ligadas;
6.2.7-Notas graves e agudasligadas.
6.3- Reconhecer e executar toques diversos.
6.3.1- Dar cabos à pessoa que entra e sai;
6.3.2- Leva arriba;
6.3.3- Içar à lupa;
6.3.4- Arriar sob volta;
6.3.5- Arriar por mão ou descer;
6.3.5- Aguentar ou suspender;
6.3.6- Rondar o brando;
6.3.7- Entrar ou sair das vergas;
6.3.8- Cabrestante ou guincho;
6.3.9- Sentido;
6.3.10- À vontade;
6.3.11- Dar volta;
6.3.12- Oficial deMarinheiros ou Cabo de Quarto;
6.3.13- Marinheiros;
6.3.14- Grumetes;
6.3.15- Moço de cabos;
6.3.16- Ronda;
6.3.17- Clarim;
6.3.18- Cabo da Guarda;
6.3.19- Estibordo;
6.3.20- Bombordo;
6.3.21- Tolda;
6.3.21- Castelo.
6.4- Reconhecer e executar toques compostos.
6.4.1- Alvorada;
6.4.2- Parada da Guarda;
6.4.3- Primeiro Quarto ou Primeira Bordada;
6.4.4- Segundo Quarto ou Segunda Bordada;...
tracking img