Pesquisa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2414 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade de Fortaleza - UniforCurso de PsicologiaProfessora: Anna Karynne Silva MeloAlunas: Danielle Luz Lima e Luma Borges de Melo |
UM OLHAR FENOMENOLÓGICO SOBRE O BORDERLINE: CASO ELOÁ
Palavras-chave: Borderline. Fenomenologia.

Resumo
A discussão aqui proposta procura articular o repertório teórico apresentado na disciplina Psicopatologia Fenomenológica com alguns casos borderline.Para que isso fosse possível, retomamos nossos estudos em perícia psicológica policial e criminal afim de ilustrar este artigo com alguns casos conhecidos pela mídia.
Introdução
Escolhemos tratar nesta discussão o transtorno de personalidade conhecido por borderline por ter estreita relação com a personalidade ou o comportamento assassino. Indivíduos com este tipo de transtorno são afetados emtoda sua existência desde seu relacionamento consigo mesmo, com as pessoas próximas e com o mundo em que está inserido. Refletimos sobre as tendências familiares quanto ao tratamento e atenção que a mãe do indivíduo borderline dispensa ao mesmo, sempre marcada por alguma forma de abandono compreendido por ele como algo destrutivo onde para não se sentir abandonado aniquila a pessoa que oabandona. É comum observarmos na mídia esse tipo de especulação depois que crimes desse tipo são cometidos, por exemplo os crimes passionais como os casos de Daniela Perez, Eloá e Sandra Gomide. Escolhemos falar sobre o caso Eloá.

Metodologia
Utilizamos como método para construção deste artigo a leitura dos textos sobre transtorno borderline e analisamos crimes passionais enfatizando o caso Eloá.Nossos estudos foram baseados num curso de perícia psicológica criminal com a Profa. Dra. Vera Lúcia Lourenço Jacometi da Universidade Cândido Mendes – UCAM.

Resultados e Discussão
De acordo com a CID-10, o transtorno de personalidade caracteriza-se como uma
“grave perturbação da constituição e das tendências comportamentais do indivíduo, usualmente envolvendo várias áreas da personalidade equase sempre associado à considerável ruptura pessoal e social” (p.197).
De acordo o DSM-III somente na década de 80 surgiu o termo borderline. Este diagnóstico refere-se à pacientes que estão entre a borda da neurose e da psicose, embora apresentem ambas características. Daí a noção de 'borda' que significa margem ou limite, inferidos do termo borderline.
Para a abordagem fenomenológica, ocentro da sua prática é a busca do significado da experiência vivida do sujeito, ou seja, através da sua vivência ou experiência. Moreira (2009) apud Meleau Ponty:
“Todo universo da ciência está construído sobre o mundo vivido e, se quisermos pensar rigorosamente a ciência, apreciar exatamente seu sentido e alcance, teremos, primeiro, que despertar esta experiência do mundo, do que esta éexpressão segunda” (MERLEAU-PONTY, 1945).

Sabemos que a abordagem fenomenológica valoriza o método descritivo para compreender então o sujeito na experiência do seu fenômeno. Todo terapeuta desta abordagem deve suspender seus valores morais e crenças limitadoras, suspendendo seus modelos de normal e anormal para que possa realizar a redução fenomenológica.
“O homem encontra-se tãointrinsecamente constituído com o mundo que, para vê-lo, é necessário um artifício que se distancie deste, para justamente poder aproximá-lo e compreendê-lo. A este artifício chamamos de colocar em suspenso, ou de colocar entre parênteses, ou redução fenomenológica” (MOREIRA, 2009).

É preciso destacar que a questão crucial para o borderline é o abandono. A característica essencial do transtorno dapersonalidade borderline é um padrão invasivo de instabilidade dos relacionamentos interpessoais, auto-imagem e afetos, e acentuada impulsividade que começa no início da idade adulta e está presente numa variedade de contextos. Os indivíduos com Transtorno da Personalidade Borderline fazem esforços frenéticos para evitarem um abandono real ou imaginado. Sentir que pode ser abandonado ou rejeitado...
tracking img