Pesquisa e pratica profissional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2663 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO

Entenda-se que a elaboração do relatório de pesquisa visa fazer a medição entre a teoria, desenvolvimento e a prática (realidade) vivenciada nas escolas. Nesse sentido, foi desenvolvida durante o período de oito horas na escola a primeira etapa da pesquisa.
Importante ressaltar que a direção da escola não se negou a prestar quaisquer informações sobre sua estrutura ou condutapedagógica, proporcionando liberdade para que as observações fossem realizadas a contento e ainda contando com a ajuda da própria diretora.
No sentido de conviver e observar de forma a direcionar a praticas pedagógica como uma ação sustentada em fundamentos que englobam uma linha filosófica de aprendizagem, o trabalho a seguir apresenta informações concretas de entrevistas e questionáriosrealizados na escola cumprindo assim, os requisitos para o PPP.
Os conceitos fundamentais discorridos no presente relatório dizem respeito à articulação teórico-prática, referente à identificação e formação dos professores das séries iniciais de Ensino Fundamental 1, aliada aos indicadores de qualidade na educação como suporte principal para a pesquisa.
Desta forma, compreende-se que a qualidade naescola está diretamente relacionada ao bom aprendizado dos seus alunos.

2. DESENVOLVIMENTO

“Linguagem expressão de pensamento e instrumento de comunicação”.

Cada indivíduo ao nascer começa a aprender a língua em casa com os familiares. Ao ouvir as pessoas falando, apropria-se aos poucos do vocabulário e das leis combinatórias da língua. Sendo assim, não existe um jeito mais correto de falar,haja vista que todas as variantes linguísticas são eficazes na comunicação verbal, portanto, possuem valor dentro das comunidades nas quais são faladas. Apesar disso, uma das variantes, a norma padrão ou norma culta, tem grande prestígio na sociedade, por ser o tipo de língua utilizada na maior parte dos textos jornalísticos, científicos, didáticos, e outros que são de grande relevância.
“Aspessoas falam de acordo com o grupo social a que pertencem, com o nível de escolaridade que possuem, com a faixa etária em que se inserem, com o gênero com que se identificam e com a época histórica em que vivem.” (Hartmann e Santarosa 2010)

FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
A fala deve ocupar lugar de destaque no ensino da língua, haja vista que ao chegar à escola, o aluno trás consigo uma bagagemlinguística que já domina. Neste sentido, a variedade linguística do aluno deve ser valorizada e respeitada; jamais excluída e considerada inferior. Pois, de acordo com os PCN (1998, p. 26):
[...] a escola precisa livrar-se de alguns mitos: o de que existe uma única forma “certa” de falar — a que se parece com a escrita — e o de que a escrita é o espelho da fala — e, sendo assim, seria preciso “consertar”a fala do aluno para evitar que ele escreva errado. Essas duas crenças produziram uma prática de mutilação cultural que, além de desvalorizar a forma de falar do aluno, tratando sua comunidade como se fosse formada por incapazes, denota desconhecimento de que a escrita de uma língua não corresponde inteiramente a nenhum de seus dialetos, por mais prestígio que um deles tenha em um dado momentohistórico.
“A escola, historicamente, encarrega-se de reforçar essa idéia e impor aos alunos uma norma única, configurando como erradas todas aquelas oriundas de grupos sociais desfavorecidos”. (Hartmann e Santarosa 2010)

Na verdade, vem-se criando a consciência de que a oralidade tem um papel no ensino da língua e, assim sendo, os Parâmetros Curriculares Nacionais afirmam que “a questão não éfalar certo ou errado e sim saber que forma de fala utilizar”, considerando as características do contexto da comunicação, ou seja, saber adequar a fala às diferentes situações comunicativas.
Ao encontrar pessoas de regiões diferentes do Brasil, percebe-se as diversas expressões linguísticas existentes. Segundo Camacho (1988) existem múltiplos fatores originando as variações, as quais recebem...
tracking img