Pesquisa documental

INTRODUÇÃO

É a partir dos vestígios preservados pelo tempo que a história é construída e também reconstruída. O documento é resultado de uma montagem, consciente ou inconsciente, da história da época da sociedade que o produziu e também das épocas sucessivas durante as quais continuou a existir. O documento é monumento, resultado do esforço das sociedades históricas para impor ao futurodeterminada imagem de si própria.
A pesquisa documental é uma técnica decisiva para as pesquisas; é indispensável porque a maior parte das fontes escritas – ou não- são quase sempre a base do trabalho de investigação; é aquela realizada a partir de documentos, considerados cientificamente autênticos. A pesquisa documental deve muito à História e, sobretudo aos seus métodos críticos de investigação sobrefontes escritas.
O objetivo deste trabalho é fazer uma abordagem sobre o tema pesquisa documental. Apresentaremos os principais cuidados, estabelecendo uma diferenciação, que deve tomar o pesquisador que utiliza certas variáveis de fontes, escritas ou não; primárias ou secundárias; contemporâneas ou retrospectivas; assim como as vantagens em fazer esse tipo de pesquisa e também as suaslimitações.

PESQUISA DOCUMENTAL

O QUE É?
A pesquisa documental assemelha-se muito à pesquisa bibliográfica. A diferença essencial entre ambas está na natureza das fontes. Enquanto a pesquisa bibliográfica se utiliza fundamentalmente das contribuições dos diversos autores sobre determinado assunto, a pesquisa documental vale-se de materiais que não receberam ainda um tratamento analítico, ou que ainda podemser reelaborados de acordo com os objetos da pesquisa.
O desenvolvimento da pesquisa documental segue os mesmos passos da pesquisa bibliográfica. Apenas cabe considerar que, enquanto na pesquisa bibliográfica as fontes são constituídas, sobretudo por material impresso localizado nas bibliotecas, na pesquisa documental, as fontes são muito mais diversificadas e dispersas. Há, de um lado, osdocumentos "de primeira mão", que não receberam nenhum tratamento analítico. Nesta categoria estão os documentos conservados em arquivos de órgãos públicos e instituições privadas, tais como associações científicas, igrejas, sindicatos, partidos políticos etc. Incluem-se aqui inúmeros outros documentos como cartas pessoais, diários, fotografias, gravações, memorandos, regulamentos, ofícios, boletinsetc.
De outro lado, há os documentos de segunda mão, que de alguma forma já foram analisados, tais como: relatórios de pesquisa, relatórios de empresas, tabelas estatísticas etc.
Nem sempre fica clara a distinção entre a pesquisa bibliográfica e a documental, já que, a rigor, as fontes bibliográficas nada mais são do que documentos impressos para determinado público. Além do mais, boa parte das fontesusualmente consultadas nas pesquisas documentais, tais como jornais, boletins e folhetos, pode ser tratada como fontes bibliográficas. Nesse sentido, é possível até mesmo tratar a pesquisa bibliográfica como um tipo de pesquisa documental, que se vale especialmente de material impresso fundamentalmente para fins de leitura.
A maioria das pesquisas realizadas com base em material impresso pode serclassificada como bibliográfica. As que se valem de outros tipos de documentos são em número mais restrito. Todavia, há importantes pesquisas elaboradas exclusivamente mediante documentos outros que não aqueles localizados em bibliotecas. Podem-se identificar pesquisas elaboradas baseadas em fontes documentais as mais diversas, tais como: correspondência pessoal, documentos cartoriais, registrosde batismo, epitáfios, inscrições em banheiros etc.
POR QUE UTILIZAR?

A pesquisa documental apresenta uma série de vantagens. Primeiramente, há que se considerar que os documentos constituem fonte rica e estável de dados. Como os documentos subsistem ao longo do tempo, tomam--se a mais importante fonte de dados em qualquer pesquisa de natureza histórica.
Outra vantagem da pesquisa documental...
tracking img