Pedagogia do amor

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2037 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PESTALOZZI: O PAI DA ESCOLA POPULAR E DA PEDAGOGIA DO AMOR


Agnailda Correia M. Ferreira, Camila Oliveira de Castro, Elisabete Rosa Duarte
Maria Maroleide B. Oliveira, Pamela Mirelle Dias, Priscila de Oliveira Leal
Raísa Ricardo N. da Silva, Rosana Aparecida da Silva.






1 BIOGRAFIA“Johann Heinrich Pestalozzi nasceu em Zurique, na Suíça, em 1746, filho de um médico. Seu pai morreu quando Heinrich tinha apenas cinco anos, deixando a dedicada mãe com uma fortuna insignificante e três crianças, uma menina e dois meninos. Pestalozzi assim descreveu sua educação familiar.” (EBY, 1976, p.374)
“Essa educação materna formou os traços mais definidos do caráter dePestalozzi, desenvolvendo nele, uma vida de sentimentos, mas sem deixar lugar ao desenvolvimento da força e do pensamento masculinos.” (BELLO, 1949, p. 197-198)
Pestalozzi recebeu orientação religiosa protestante, mas considerava-se sempre um cristão, sem defender qualquer religião. Com o objetivo de desvincular os acontecimentos naturais do poder divino, buscava explicações científicas para omundo. Tem início em meados do séc. XVIII, na Europa, o Iluminismo, com as contribuições dos grandes pensadores.
Entre os pensadores Iluministas está Jean Jaques Rousseau (1712-1778) considerado o único iluminista verdadeiramente democrata. A obra de Rousseau partiu das suas concepções de liberdade e igualdade entre os homens. Seu pensamento era que todos deveriam ter pequenas propriedades, sercamponeses ou artesãos, uma sociedade sem nobres ou grandes burgueses, valorizando o respeito a natureza, além disto Rousseau não aceitava a razão como valor supremo, valorizava os sentimentos, a vida simples e natural. Em 1762 ele publicou o livro chamado “O Emílio”, defendendo que a solução para as questões sociais, se encontravam na renovação da educação, e esta leitura influenciou Pestalozziao movimento naturalista, que teve como principal característica a ideia que a criança já nasce com a tendência natural para se desenvolver.
Enquanto Pestalozzi introduzia reformas educacionais, a igreja que controlava todas as Escolas, na época, não se preocupava em melhorar seus padrões de qualidade. “(...) A instrução consistia de pouco além do catecismo. A memorização era o único método,e os professores não possuíam habilitações para sua tarefa.” (EBY, 1976, p.383)
Sua formação foi diversificada, sendo ele pastor, advogado e agricultor, das quais não obteve sucesso. Porém, em 1798, Pestalozzi tem a oportunidade de uma nova experiência no domínio prático da educação, sendo-lhe confiada pelo governo a missão de educar um grande número de órfãos de guerra.
Pestalozzidedicou sua vida às crianças carentes, inovando a pedagogia de sua época. Ele defendia a individualidade da criança e seu desenvolvimento integral.
Faleceu em Neuhof no ano de 1827, considerado pai da escola popular, democratizando a educação.


2 CONCEPÇÃO DE CONHECIMENTO

Na concepção de Pestalozzi, a criança é um ser puro, boa em sua essência e possuidora de uma natureza divina.Seu desenvolvimento é orgânico e a criança se desenvolve por leis definidas. Os poderes infantis brotam de dentro para fora, são inatos e, uma vez despertados lutam para se desenvolver até a maturidade. O método deve seguir a natureza, o professor deveria providenciar as melhores condições externas para que os alunos seguissem o seu desenvolvimento natural. Para Pestalozzi, “O professor é umjardineiro que providencia as condições necessárias para a planta em crescimento.” (EBY, 1976, p.388)
De acordo com Pestalozzi, as três principais dimensões naturais humanas, são cabeça (mente), corpo e coração, uma vez desenvolvidas formam uma harmonia total, permitindo que a moralidade reine, guiadas por conceito educacional geral do qual o conhecimento estaria sempre ligado aos padrões...
tracking img