Pedagogia da autonomia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2099 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Capitulo 1º - Não há docência sem discência

Paulo Freire diz que existe vários tipos de educadores: críticos, progressistas e conservadores, mas, apesar destas diferenças, todos precisam de conhecimentos comuns.
Quando diz que não há docência sem discência, quer dizer que: quem ensina ‘aprende ao ensinar’, e quem aprende ‘ensina ao aprender’, e isso é muito importante para o autor.
Ensinarnão é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua construção. Diz que o ensino não depende exclusivamente do professor, como o aprendizado não é algo apenas de aluno, as duas se complementam.
Homens e mulheres descobriram que é possível ensinar. Diz que o professor, que passa a ser um modelo e influenciador dos alunos.

1.1 Ensinar exige rigorosidade metódica.

O educadordeve afirmar a rigorosidade do método com o qual trabalha, com um discurso que não pode ser diferente da prática. A educação democrática não pode usar o método transferidor, não pode se limitar à transferência de conteúdos verificada na definição de educação bancária. Uma das principais obrigações é o ensinar a pensar certo o que não quer dizer que o aluno vai ser o que o professor tem comocerto, como sua verdade, mas sim, dialogar sobre as possíveis verdades. Tanto educador quanto educando devem ser sujeitos na construção do conhecimento. “Quem ensina aprende ao ensinar e quem aprende ensina ao aprender”.
Só quem pensa certo, mesmo que às vezes pense errado, é quem pode ensinar a pensar certo.

1.2 Ensinar exige pesquisa.

De acordo com Paulo Freire, não há ensino sem pesquisa epesquisa sem ensino. O professor tem que ser pesquisador. Faz parte da natureza a busca, a pesquisa. É preciso pesquisar para se conhecer o que ainda não se conhece. É preciso discutir com os alunos a realidade concreta cujo conteúdo se ensina, a realidade, a violência, a convivência das pessoas, implicações políticas e ideológicas. O conhecimento da realidade é muito importante. Não haveriacriatividade sem a curiosidade que nos move. O professor, assim como o aluno, é movido pela curiosidade. Para o autor, o pensar certo, do ponto de vista do professor, há no



respeito ao senso comum que existe no aluno. O professor deve contribuir para que o aluno possa sair da consciência ingênua e passe a ter uma consciência crítica.

1.3 Ensinar exige respeito aos saberes dos educandos.É preciso estabelecer uma intimidade entre os saberes curriculares fundamentais aos alunos e a experiência social que eles têm como indivíduos. Respeitar e utilizar esses saberes.
Trabalhar com o aluno esses saberes, discutindo a razão de ser desses saberes. O professor deve discutir a realidade, e trazer para dentro da matéria.

1.4 Ensinar exige criatividade.

Como disse Paulo Freire: “Não haveria criatividade sem a curiosidade que nos move e que nos põe pacientemente diante do mundo que não vemos, acrescentando a ele algo que fazemos”. A curiosidade é inerente ao processo de ensino-aprendizagem. Não há criatividade sem curiosidade, a curiosidade da humanidade vem mudando de acordo com a mudança de nossa ingenuidade.

1.5 Ensinar exige estética e ética.

Se, se respeita anatureza do ser humano, o ensino dos conteúdos não pode acontecer longe à formação moral do educador. Educar é formar. A ética para Paulo Freire é peça fundamental para nós seres humanos que somos capazes de pensar.

1.6 Ensinar exige a corporeificação das palavras pelo exemplo.

A prática educativa em si deve ser um testemunho de decência e de pureza, já que temos o professor deve enfatizaruma característica importantíssima: o caráter. Destaca que o professor, em suas relações deve ser uma pessoa social, que pensa, se comunica, tem sonhos, que tem raiva e que ama. Paulo Freire diz que o professor não deve trabalhar com “faça o que eu digo e não faça o que faço”, o educador não pode dizer ser contra o alcoolismo e ser encontrado pelos alunos bebendo.

1.7 Ensinar exige risco,...
tracking img