Patologias fachadas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 30 (7405 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
| | |
| |UNIVERSIDADE DE PASSO FUNDO |
| |FACULDADE DE ENGENHARIA E ARQUITETURA |
||ENGENHARIA CIVIL |













PATOLOGIAS EM REVESTIMENTOS














Acadêmicos: Lucas Richetti, Jeferson dos Santos, Roger Kerber

Professor: Alessandro Della Vecchia

Disciplina: Construção Civil VIPasso Fundo, outubro de 2011.

Introdução

Os fenômenos patológicos que ocorrem em revestimentos de edificações demandam uma busca diligente de causas envolvidas, mesmo se aparentemente inócuas, de forma a poder prescrever corretamente ações eficazes para a sua recuperação. Para a correta identificação de um fenômeno patológico, realizam-se, conforme o caso, inspeções visuais, coleta deamostras e ensaios em obra e em laboratório. Atua-se também na caracterização do revestimento aplicado, como argamassa, cerâmica, rocha, textura e pintura. Este conjunto de ações permite identificar as causas (como deficiência de projeto, uso de materiais inadequados e falhas na aplicação) e propor soluções para a área a ser reparada. Os resultados são expressos em laudos e pareceres dereconhecido mérito técnico.






















Causas de Patologia

• Mau projeto;
• Erro de execução;
• Uso inadequado (usado para fins diferentes dos calculados em projeto);
• Falta de manutenção.



Agentes causadores



• Mecânicos: Abalos sísmicos, alterações no terreno, sobrecarga na estrutura.
• Químicos:Ação do sal do mar, poluição do ar, água na estrutura, variação de temperatura, umidade relativa do ar,radiação solar incidente, chuva.
• Biológicos: Fungos, bactérias, fungos.
• Físicos (do material): escolha errada, incorreto dimensionamento.



Como detectar problemas patológicos



Etapa de levantamento de subsídios
• Vistoria do local;
•Determinação da existência e da gravidade do problema patológico;
• Caracterização do “objeto” sujeito à manifestação patológica;
• Definição e comparação com o desempenho esperado;
• Definição de medidas de segurança;
• Exames complementares;
• Ensaios laboratoriais;
• Ensaios no local (destrutivos ou não).











PesquisaNecessárias:



• Bibliográfica, tecnológica ou científica.
• Geração de hipóteses efetivas que visam esclarecer as origens, causas e mecanismos de ocorrência que estejam promovendo uma queda, de desempenho de um dado elemento, componente ou subsistema;
• Necessidade ou não de intervir no problema patológico;
• Alternativas de intervenção e definição da terapia a serindicada. Através do prognóstico levantam-se as alternativas de intervenção, que são escolhidas;
• Grau de incerteza sobre os efeitos.
 




A - PATOLOGIAS NO CONCRETO

Patologias geradas por mau projeto:

O maior causador de patologias em um mau projeto é normalmente o uso inadequado dos materiais para determinado lugar ou para determinada função, como porexemplo a utilização de madeira em um terreno de grande umidade, causando o apodrecimento do material.
Existe ainda o uso do material em lugar inadequado, ou seja, sem o raciocínio correto das possíveis intempéries que podem levar o material a se deteriorar antes de seu prazo natural, exemplo: uma parede de tijolos diretamente exposta ao sol durante um grande período do ano sem tecnologia...
tracking img