Paralisia cerebral

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2530 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PARALISIA CEREBRAL



Trabalho apresentado em cumprimento às exigências
da disciplina Inclusão dos Portadores de necessidades
especiais do curso de Psicopedagogia ministrada pela
Profª Mestre Luciana Costa na UniverCidade.
Alunas: Francisca Célia Queiroz,
Isabel Cristina I G Esteves,
Melyne Vieira e
Marize FrancoJulho/2012

Paralisia Cerebral |
Introdução

|
Paralisia Cerebral é uma lesão de uma ou de várias partes do cérebro. Pode acontecer durante a gestação, durante o parto ou após o nascimento, ainda no processo de amadurecimento do cérebro da criança. É uma lesão provocada, muitas vezes, pela falta de oxigenação das célulascerebrais. Podemos definir como um distúrbio ou transtorno dos movimentos e da postura que não regride ou progride.
Existem alguns mitos relacionados às pessoas com paralisia cerebral. Um deles é a associação da paralisia cerebral com deficiência intelectual. Uma até pode estar associada à outra, mas isso não é regra, pois são quadros muito distintos.A pessoa que tem paralisia cerebral pode terinteligência normal, a não ser que a lesão tenha afetado áreas do cérebro responsáveis pelo raciocínio e pela memória. Apessoa com paralisia cerebral pode ser erroneamente classificada como deficiente mental ou não inteligente.
Tipos de Paralisia Cerebral
O tipo de alteração do movimento observado está relacionado com a localização da lesão no cérebro e a gravidade das alterações depende daextensão da lesão. A PC é classificada de acordo com a alteração de movimento que predomina. Formas mistas são também observadas.
Espástica
Quando a lesão está localizada na área responsável pelo início dos movimentos voluntários, trato piramidal, o tônus muscular é aumentado, isto é, os músculos são tensos e os reflexos tendinosos são exacerbados. Esta condição é chamada de paralisia cerebralespástica.
Com movimentos involuntários
Quando a lesão está localizada nas áreas que modificam ou regulam o movimento, trato extrapiramidal, a criança apresenta movimentos involuntários, movimentos que estão fora de seu controle e os movimentos voluntários estão prejudicados.
Atáxica
A paralisia cerebral atáxica está relacionada com lesões cerebelares ou das vias cerebelares. Como afunção principal do cerebelo é controlar o equilíbrio e coodenar os movimentos, as crianças com lesão cerebelar apresentam ataxia ou seja, marcha cambaleante por causa da deficiência de equilíbrio, e apresentam, ainda, incoordenação dos movimentos com incapacidade para realizar movimentos alternados rápidos e dificuldade para atingir um alvo.
Causas
Antes do nascimento:

- Ameaça de aborto, ou choquedireto no abdômen da mãe;
- Exposição ao raio X nos primeiros meses de gravidez ;
- Incompatibilidade entre Rh da mãe e do pai ;
- Infecções contraídas pela mãe durante a gravidez (rubéola, por exemplo);
- Mãe com diabetes ou com toxemia de gravidez;
- Pressão alta da gestante.
- Consumo de drogas

Durante o parto:

- Falta de oxigênio ao nascer (o bebê demora para respirar, lesando parte(s)do cérebro ).
- Lesão causada por partos difíceis, principalmente aqueles dos bebês muito grandes de mães pequenas ou muito jovens (a cabeça do bebê pode ser muito comprimida durante a passagem pelo canal vaginal);
- Trabalho de parto demorado;
- Uso inadequado do fórceps, ou manobras obstétricas violentas.

NOTA:
Os bebês que nascem prematuramente (antes dos 9 meses e pesando menos de 2 quilos) têm mais chances de apresentar paralisia cerebral.

Depois do nascimento:

- Febre prolongada e muito alta ;
- Desidratação com perda significativa de líquidos ;
- Infecções cerebrais causadas por meningite ou encefalite;
- Ferimento ou traumatismo na cabeça;
- Falta de oxigênio por afogamento ou outras causas;
- Sarampo;
- Traumatismo crânio-encefálico até os três anos de idade.

Partes...
tracking img