Paper

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4251 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A EDUCAÇÃO BURGUESA NO SÉCULO XVIII, UMA VISÃO DE RENÉ HUBERT

Elza
Prof.º (a). Mirian Léia da Silva
Centro Universitário Leonardo Da Vince - UNIASSELVI
Artes Visuais - História da Educação
12/11/2010

RESUMO

A revolução burguesa no séc. XVIII proporcionou diversas modificações no sistema educacional da época, principalmente no que refere-se a melhor estruturação do sistemaeducacional, buscando tornar a educação uma obrigação do Estado. E, com isso, conseqüentemente ocorrem também consideráveis alterações sociais e culturais na sociedade do século XVIII. Segundo Hubert (1967), as grandes transformações políticas ocorridas na França nos fins do século XVIII, em decorrência das revoluções burguesas, tiveram uma repercussão nas instituições de ensino. Na reforma geral daestrutura social, sendo que o sistema pedagógico não poderia ser deixado de lado.

Palavras-Chave: Burguesia. Educação.

1 INTRODUÇÃO

A presente pesquisa apresenta uma abordagem sobre a educação burguesa no século XVIII, sob a visão do autor René Hubert, que retrata em seu livro "História da Pedagogia", as mais importantes transformações ocorridas neste período que ocasionaram grandes enecessárias mudanças no sistema de ensino.
Este trabalho surgiu do interesse pessoal da pesquisadora em apresentar uma abordagem sobre a educação burguesa sob a visão de René Hubert.
A educação burguesa através dos revolucionários proporcionou transformações significativas no sistema de ensino do Século XVIII, sendo que dentre as reivindicações mais importantes a principal foi ade tornar pública a educação, tornando esta uma responsabilidade do Estado. O que proporcionou também a oportunidade de que todos tivessem acesso a educação.
Desta forma a educação que antes era privilégio de poucos passa a ser uma direito e um dever de todos, independente da classe social, da cultura, ou mesmo, de questões políticas e econômicas.
O objetivo geral destetrabalho é apresentar uma abordagem sobre a educação burguesa no século XVIII, sob a visão de René Hubert. E, para isto, esta pesquisa apresentará um breve histórico da educação burguesa no século XVIII, bem como as principais modificações inseridas na educação devido a revolução burguesa corrida na época.

2 A EDUCAÇÃO BURGUESA NO SÉCULO XVIII, UMA VISÃO SE RENÉ HUBERT

Segundo Hubert(1967), as grandes transformações políticas ocorridas na França nos fins do século XVIII, em decorrência das revoluções burguesas, tiveram, naturalmente, repercussão profunda nas instituições de ensino. Na reforma geral da estrutura social então empreendida, o sistema pedagógico não poderia ser deixado de lado. O antigo regime de educação foi demolido. Repetidas vezes foi tentada a substituição poredifício inteiramente novo, para se não chegar senão a esboço mediocremente concebido, pouco viável de si mesmo, e que as circunstâncias arruinaram.Os revolucionários demonstraram a um tempo, um senso muito nítido das insuficiências da antiga educação, idéia não menos vigorosa do que cumpria fazer para substituí-la, e uma espécie de incapacidade de desprender-se completamente dos preconceitos deque ela os nutria.
A revolução pedagógica fez-se necessária porque o antigo sistema, em pleno declínio na Universidade, enfraquecido pela expulsão dos jesuítas, não estava e não podia mais estar adaptado à nova sociedade que buscava organização. Tornou-se possível, porque havia sido preparada por todo o movimento de idéias ocorrentes entre o "Discours de la méthode" (1937) e a"Encyclopédie", cujos primeiros apareceram em 1770. Progresso das ciências positivas, das matemáticas e da física, depois, da química e da anatomia, até a história e arqueologia, progresso das técnicas, testemunhado, além do "Dictionnaire Raisonné", pelas importantes publicações da Academia de Ciências, mas, também progresso das reflexões pedagógicas. Quase não há filósofo que não haja deixado alguma obra...
tracking img