Os sete processos mentais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1624 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
|[pic] |GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL | |
| |SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO | |
| |SUBSECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA| |
| |ESCOLA DE APERFEWIÇOAMENTO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO-EAPE | |

PRÓ-LETRAMENTO DISTRITO FEDERAL - 2011


Os sete processos mentais

Carmyra Oliveira Batista
Sueli Brito Lira de Freitas

A Matemática, assim como outras áreas deconhecimento, desenvolveu-se a partir da necessidade que o ser humano teve e tem de estar, compreender e intervir no/com o mundo. O ser humano, parte do ambiente, com seu atributo de pensar, ao longo de seu percurso histórico, elaborou/comunicou/registrou, seus conhecimentos e apoiou significativamente sua sobrevivência e progresso nos conhecimentos matemáticos. (Para aprofundamento, buscar a Históriada Matemática)
Porém, quando falamos em Matemática, nosso senso comum nos remete rapidamente somente a ideia de números e operações. Parece que a ideia de número já estava dada no universo e que o homem apenas a desvendou como um constructo abstrato. Na verdade, para criar os sistemas de numeração o ser humano valeu-se do desenvolvimento de processos mentais importantes que discutiremos aseguir, baseado nas idéias do professor Lorenzato. Esses processos são: correspondência, comparação, classificação, sequenciação, seriação, inclusão e conservação.




Correspondência


É a percepção da existência da relação “um a um”. Por exemplo, na sala de aula, geralmente, temos uma mesa para cada criança.
Muitas atividades podem ser feitas para desenvolver esse processo.Uma delas é a brincadeira do “quente ou frio”. Entrega-se às crianças, por exemplo, figuras de sorvete, sol, fogueira/fogo, gelo e pede-se que a criança, ao pegar a figura, relacione-a a “quente” ou “frio”. Essa atividade pode ser também de percepção sensória (áspero/liso; leve/pesado etc). Outra atividade interessante é relacionada a alfabetização. Dão-se as crianças cartelas com seus nomes epede-se a elas que localizem seu nome, por meio da letra inicial, no alfabeto móvel da sala de aula.
Quando a criança conta objetos em voz alta, automaticamente faz a correspondência entre o número falado e a quantidade de objetos. Prepara-se assim o terreno para que entenda o “forma dez” na hora da construção da estrutura numérica. Ou seja, abre-se o caminho para a compreensão que a cadadez unidades tenho uma dezena.
Evidenciamos o desenvolvimento da percepção de correspondência, quando a criança não conta, por exemplo, duas vezes um mesmo objeto.
Bastante simples para trabalhar esse conceito também é o jogo das caixinhas numeradas.
















A atividade consiste em fazer o estudante guardar dentro delas quantidades correspondentes aonúmero representado na tampa.

Comparação

A comparação acontece, quando se estabelece a relação entre dois objetos. Comparamos formas, cores, quantidades, tamanhos, pesos, espessuras, dentre outras características possíveis de se observar em objetos ou seres vivos.
Uma atividade simples para desenvolver a habilidade de comparar é observar os materiais disponíveis na sala de aulacom as crianças e pedir que montem pares por diferenças e depois por semelhanças.
O processo de comparação está implícito nos demais processos mentais e é fundamental para classificar, seriar, incluir e para a compreensão de conservação.


Classificação


É o processo mental que permite arrumar as coisas em grupos, de acordo com semelhanças ou diferenças. Utilizamos a...
tracking img