Os efeitos do laser de baixa potência nos diferentes tipos de tecidos: um levantamento bibliográfico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2906 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Os efeitos do Laser de Baixa Potência nos diferentes tipos de tecidos: Um levantamento bibliográfico |
|
| |
|
|
  |   | RESUMO:
Este trabalho teve como objetivo principal realizar um levantamento bibliográfico sobre os efeitos do Laser de Baixa Potência (LBP) nos diferentes tipos de tecidos, tais como, osso, tecido cutâneo, nervoso e muscular, onde foi observado que o LBP atuade maneira benéfica em todos esses tecidos. Concluiu-se que para uma boa terapia alguns fatores são de suma importância, como a densidade de energia empregada, que vai depender da condição do tecido, condição sistêmica do paciente, cor, entre outros fatores. A densidade de potência é um fator de suma importância principalmente em lesões com profundidades maiores, pois para serem atingidas pelaenergia laser necessita de uma potência mais elevada. A freqüência do tratamento é importante e depende do estado do tecido a ser tratado.
Palavras-chaves: laser de baixa potência, osso, tecido cutâneo, nervo, músculo.   

Introdução

A energia laser tem sido investigada como alternativa de tratamento nos processos de regeneração dos tecidos biológicos. Vários trabalhos desenvolveram-se perante aevidente necessidade de se reduzir o tempo de reparação dos tecidos, principalmente em doenças consideradas incapacitantes.

Na literatura científica tem sido relatados efeitos positivos da terapia laser de baixa potência (TLBP) no reparo de lesões de tecidos como: músculos (WEISS e ORON, 1992); nervos periféricos (ROCHKIND et al., 1989) ; pele (MESTER e MESTER, 1989) e osso (TRELLES e MAYAYO,1987; LUGER et al., 1998), entre outros tipos de tecidos.

Colls (1984) em seu livro, descreve um protocolo de dosimetrias em função do efeito desejado tais como: efeito anti álgico de 2 a 4 J/cm²; anti-inflamatório de 1 a 3 J/cm²; regenerativo de 3 a 6 J/cm² e circulatório de 1 a 3 J/cm², não se importando com o tipo de tecido, seja ele mole, duro, claro ou escuro.

Diante dos fatos, nopresente artigo decidiu-se realizar um trabalho investigativo, realizando um levantamento bibliográfico sobre a ação da TLBP no reparo de tecidos ósseo, muscular, nervoso, e cutâneo, afim de relatar os efeitos da energia laser, e fatores importantes para obtenção de bons resultados em terapia empregada nos diferentes tipos de tecido.

Metodologia 

A metodologia aplicada foi a revisão bibliográficaonde foi consultado alguns sites científicos como o LILACS e a MEDLINE, e bibliotecas acadêmicas como das Faculdades Adamantinenses Integradas e da Faculdade de Ciência e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista – Campus de Presidente Prudente para aquisição de obras do tema em pauta. Foram encontrados 27 artigos científicos, 05 dissertações, 01 tese e 02 livros, que respectivamente foramusados na elaboração deste trabalho.  

Discussão:

Laser de Baixa Potência

A palavra laser é um acrônimo de Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation, ou seja, luz amplificada por emissão estimulada de radiação. As características que diferem a luz laser  de uma lâmpada comum são: a monocromaticidade, a coerência e a direcionalidade. A possibilidade de focalização em pequenaárea e a emissão de altas densidades de energia faz do laser um instrumento de grande interesse e importância para aplicações nas áreas da saúde, tanto no diagnóstico como na terapia. (NICOLAU, 2001).

O laser pode apresentar diferentes meios ativos, os quais podem ser sólido, liquido ou gasoso. O Diodo laser é um chip semicondutor que funciona como um diodo elétrico, onde a região ativa lembra um“sanduíche” de materiais semicondutores diferentes. Na maioria dos semicondutores a energia é liberada em forma de calor, porém, em materiais como o Gálio, o Alumínio e o Arsênio, a energia é liberada em forma de fótons. Estes possuem comprimentos de onda no espectro vermelho e infarvermelho (620 a 1500nanômetros), os quais são determinados pelo tipo de material semicondutor utilizado. (BRUGNERA...
tracking img