Os classicos da sociologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2198 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Se muitos foram os pensadores que refletiram sobre os inúmeros problemas sociais que estavam aparecendo devido à industrialização iniciada no século XVIII na Inglaterra e posteriormente se estendendo às outras regiões, surgem com a nova realidade social, e com uma maior complexidade, autores mais clássicos que tentaram resolver esses mesmos problemas.
A sociologia, por sua vez, é produto dacrise instaurada na Revolução Industrial cujos efeitos trouxeram consequências que possibilitaram a sua existência. É nesse contexto histórico que surgem pensadores buscando compreender a sociedade de forma científica. Auguste Comte é considerado o pai da sociologia por ter criado a palavra sociologia e as condições que caracterizavam a essência desta ciência com o intuito de aprimorar a sociedade. Apartir da teoria de Auguste Comte surge o Positivismo que pretendeu realizar por meio da ciência uma reforma social, afirmando que a sociologia é a única capaz de reformar a sociedade como um organismo constituído de partes integradas e harmônicas.
Para compreender os problemas sociais Comte desenvolveu uma filosofia da história. Todo grupo social passa por três fases históricas de evoluçãodenominada Lei dos Três Estados que é o teológico que se subdivide em três estágios de desenvolvimento: fetichismo onde todos os seres vivos ou não são percebidos como vivos e dotados de vontade. Politeísmo que é a crença em mais de uma divindade e o Monoteísmo que é a crença em um só Deus. O segundo é o estágio metafísico onde a sociedade começa a ser vista em termos naturais. E finalmente opositivismo onde Comte considera o ápice da evolução humana, a sociedade atinge o Estado Positivo. Na filosofia de Comte, utilizam-se dois métodos: o histórico onde existe todo um processo de desenvolvimento e evolução para a obtenção dos dados reais do homem quanto à própria ciência. E o terceiro é o método sistemático que é a observação de um sistema de forma ordenada e metódica. Comte propôs também aclassificação das ciências por ordem de complexidade e o momento em que as referidas ciências atingiram a positividade.

A sociologia é vista por Comte como “o fim essencial de toda a filosofia positiva”. Matemática, astronomia, física, química e biologia atingem um estado positivo antes da sociologia, mas, permanecendo adstritas a parcelas do real, não conseguem instaurar a filosofia positiva emsua plenitude (COMTE, 1978, p.XII e XIII).

Ainda que de forma gradativa muitos contribuíram para o pensamento sociológico. Criticados ou não, utópicos ou não, Auguste Comte e outros autores serviram de base e de comparação para os demais que discordaram de suas teorias e formas de pensar a sociedade, desenvolveram outras teorias mais profundas, valorizando cada vez mais oentendimento da realidade, um desses autores foi Émile Durkheim, seguindo a linha positivista de Auguste Comte fez da sociologia uma ciência de caráter verdadeiramente científica e foi a partir daí que a sociologia passou a ser considerada ciência, na qual sua preocupação central são os mecanismos que garantem valores que assegurem a harmonia da sociedade. Assim como Comte, Durkheim mantém o problema daordem social e desse modo passa a ser considerado o pai da sociologia moderna e estabeleceu as regras do método sociológico na analise dos fatos sociais dos principais conceitos da nova ciência.
Os Fatos sociais são os modos de agir, sentir, e pensar de um grupo social e tem três características que é a generalidade onde as normas e as regras estão na coletividade, exterioridade no qual os fatossociais são exteriores ao individuo, existem independentemente de sua vontade e por último, o poder coercitivo onde os indivíduos se sentem obrigados a seguir o comportamento estabelecido. Em virtude dessas características, para Durkehim os fatos sociais devem ser concebidos como um fenômeno sui generis como “coisas”, deixar de lado seus preconceitos ideológicos, morais, religiosos e filosóficos,...
tracking img