Origem e significado de frases e expressões populares:

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 163 (40744 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CURIOSIDADES Origem e significado de frases e expressões populares 1

[pic]

[pic]

Elaborado por ROBERTO PINHEIRO

[pic]

AcervoSaber Sua fonte de trabalhos escolares na NET http://www.acervosaber.com.br
CURIOSIDADES Origem e significado de frases e expressões populares 2

ORIGEM E SIGNIFICADO DE EXPRESSÕES POPULARES[pic]

Expressão idiomática ou expressão popular, na língua portuguesa, é uma expressão que se caracteriza por não ser possível identificar seu significado através de suas palavras individuais ou de seu sentido literal. Desta forma, também não é possível traduzi-la para outra língua de modo literal. Essas expressões geralmente se originam de gírias,cultura e peculiaridades de diversos grupos de pessoas: seja pela região, profissão ou outro tipo de afinidade. Não é raro que, depois de proferir algo como "esta não é a casa da mãe Joana", nos perguntemos silenciosamente: Mas quem foi mãe Joana e como seria a sua casa? É óbvio que toda metáfora teve sua origem em alguma situação, mas, pelo fato de muitas delas serem expressões antigas que compõem alíngua já há centenas de anos, nem sempre é possível determinar com absoluta certeza sua verdadeira procedência. Assim como a língua e a cultura em que são utilizadas, as metáforas também passam por constantes transformações de significação, de uso, de pronúncia e de grafia. Segundo o lingüista norte-americano John Searle, é preciso dominar o contexto, ou seja, o background em que asexpressões são usadas para entender plenamente o que elas querem dizer. Esse background é composto principalmente pelo tempo e pelo espaço em que se localizam os membros do diálogo. Quando essa condição não é satisfeita, corre-se o risco de cair nas armadilhas do breakdown - mal-entendidos derivados de ambigüidades causadas por ruídos na comunicação, como incapacidade de uma das partes deinterpretar conotativamente uma expressão. O ato de uma criança esfregar um objeto cortante no prato ao ouvir a ordem de seu pai para que "raspe o prato" ou a tradução literal de uma expressão como "chutar o pau da barraca" do português para uma outra língua qualquer são exemplos desse tipo de confusão.

O conhecimento da grafia de certas palavras também interfere na compreensão do seuverdadeiro sentido. O hífen pode ser um indicativo de que se deve entender conotativamente determinadas expressões, como "galinha-morta", que grafada sem hífen é "a própria galinha sem vida" e com hífen significa "um bom negócio". O mesmo ocorre com "manteiga-derretida" (pessoa sentimental), "bico-de- papagaio" (dor na coluna), "bunda-mole" (pessoa covarde), "dedo-duro" (alcagüete),"mala-sem-alça" (pessoa inconveniente) e "pé-de-cana" (alcoólatra). Um dos indícios de que certas expressões populares derivam de mudanças lentas e graduais da linguagem são as corruptelas. Tratam-se transformações na pronúncia, na grafia e até mesmo no sentido, que acabam por cristalizar-se graças à repetição. Como exemplo, temos as expressões: "cor de burro quando foge" (cor não definida), queoriginalmente era "corra do burro quando ele foge"; "estar com bicho carpinteiro" (estar impaciente) vem da corruptela de "estar com bicho pelo corpo inteiro"; quanto à expressão "cuspido e escarrado" (usada para dizer que uma pessoa se parece muito com outra), não se sabe ao certo se sua origem é "esculpido em carrara" (carrara é uma variedade de mármore italiano, que se usava para fazer esculturas)ou "esculpido e encarnado", mas o fato é que, apesar dessa incerteza, sua origem é uma corruptela. A linguagem se renova, porém é impossível saber quem cria e onde são "inventadas" novas palavras, assim como também não se sabe o porquê de algumas delas caírem em desuso. Embora existam muitas expressões oriundas das modificações gráficas e das corruptelas, a maioria absoluta tem sua origem...
tracking img