Origem do voo nas aves

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (300 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Existem duas teorias que discutem a origem do voo das aves, uma conhecida como chão-ar e outra árvore-ar (HEDENSTRÖM, 2002), conforme figura 1.

Figura 1. Representação esquemática dasduas teorias do voo: A. origem cursorial, B. origem arbórea. Modificado de Benton, 2008.
Teoria do chão-ar: estudos da anatomia do Archaeopteryx indicam que no início da corrida aspernas poderiam funcionar como uma força de impulso e a batida das asas como suplemento. Unidas foram capazes de erguer o animal do solo, gerando um impulso suficiente para fazê-lo voar, pois aforça do impulso é perpendicular à gravidade e não contra ela (Fig. 2) (BURGES & CHIAPPE, 1999).
Figura 2. Impulso para o voo dos Archaeopteryx (BURGES & CHIAPPE, 1999).

Teoria daárvore-ar: o Archaeopteryx poderia escalar árvores, utilizando as garras de suas mãos e pés, e depois seria capaz de planar de uma árvore a outra. Posteriormente, o voo planado passaria a voo batido(BENTON, 2008).
Outro modelo importante, proposto por Elzanowski (2002), seria o de “escape por escalada”. As proto-aves forrageavam no chão e, quando se sentiam ameaçadas, subiam emrocha ou em árvores. Poderia depois planar até o chão, utilizando as penas das asas e caudas. O voo batido teria evoluído para estender o caminho ao chão. (Fig. 3).Figura 3. Teoria escape por escalada ( ELZANOWSKI, 2002).


BENTON, M. J. Paleontologia dos Vertebrados. Traduzido pela editora. 3 ed. São Paulo. AtheneuEditora, 2008.
BURGERS, P. & CHIAPPE, L.M. (1999) The wing of Archaeopteryx as a primary thrust generator. Nature 399: 60-62.
ELZANOWSKI, A. Mesozoic Birds: above the head of dinosaurs.Edited by Luis M. Chiappe and Lawrence M. Witmer. p 129 – 159. 2002.
HEDESTRÖM, A. (2002) Aerodynamics, evolution and ecology of avian flight. Trends in Ecology and Evolution 17(9): 415-422.
tracking img