A origem do voo das aves

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1195 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A Origem do Vôo das Aves
Carlos Eduardo Nóbrega¹ & Vinicius Tirelli Pompermaier¹
¹Zoologia de Vertebrados – Turma MHA

Introdução
Para falar sobre origem do vôo das aves temos que começar falando sobre a origem das aves. Até o presente momento, com base em todas as evidências que continuam a se acumular, o consenso geral é que as aves apresentam uma origem dinossauria (Favretto, 2009).O consenso atual sobre a hipótese da origem das aves, muitas vezes chamada de “A hipótese dos Terópodes” (Figura 1), afirma que o clado irmão das Aves está entre os cinco grupos de dinossauros maniraptores terópodos (Oviraptorosauria, Troodontidae, Dromaeosauridae, Alvarezsauridae, e Therizinosauroidea) (James & Pourtless, 2009).
Os fósseis de Archaeoptery (Período Jurássico ≈ 150 m.a.)forneceram um forte apoio para uma ligação entre dinossauros, aves e crocodilos, este último considerado como o parente vivo mais próximo das aves (Hedges, 1994). O vôo das aves foi considerado por muito tempo originado a partir do vôo planado de proto-aves arbóreas.
A partir das reanálises dos fósseis de Archaeoptery e dromeosauros terópodes cursoriais por John Ostrom (1973, 1975, 1976), tirou-seconclusões que os pássaros estavam estreitamente relacionados com os dinossauros terópodos e eram mais ou menos diretamente derivados de aves de rapina (Ruben, 2010).
Figura 1. Cladograma de Theropoda segundo Pandian et al. (1999).

Sobre a origem do vôo
Existem duas teorias que discutem a origem do voo das aves, uma conhecida como chão-ar (“ground up”), ou seja, animaiscarnívoros/insetívoros bípedes correndo para capturar suas presas começaram a voar (Figura 2), e outra árvore-ar (“Tree-down”), quando um animal arborícola, pulando de uma árvore e usando suas penas como um pára-quedas, alçaria vôo (Favretto, 2009) (Figura 3). O problema central da origem do vôo das aves é a evolução do curso de vôo, que é gerado por impulso. Alguns trabalhos enfocaram essa problemática principalmenteem oposição a teoria chão-ar através da aerodinâmica (Padian, 2001). (Figura 4).
Figura 2. Hipótese chão-ar.

Figura 3. Hipótese árvore-ar.
Apesar de a teoria árvore-ar ser aparentemente mais simples, em especial com a descoberta de novos fósseis (ex. Microraptor gui), a origem das penas em si, deriva de dinossauros cursoriais (Hedenström 2002). Atualmente existem espécies de vertebradosnão-avianos que são planadores, no entanto, não há nenhum exemplo nestes vertebrados que possa ser considerado um intermediário entre o vôo planado para o vôo em si (com consumo de energia durante o bater de asas). Este fato pode ser um indicativo de que o pára-quedismo animal pode não ser o caminho para um vôo característica das aves (Dial et al. 2006).
O estudo de Burges & Chiappe (1999),demonstra que as asas do Archaeopteryx poderiam sim gerar um impulso suficiente para fazê-lo voar, pois a força do impulso é perpendicular à gravidade e não contra ela, sendo assim, afirmações do uso excessivo de energia seriam irrelevantes. Por vezes, a teoria árvore-ar pode parecer mais adequada para a origem do vôo, no entanto aerodinamicamente a teoria chão-ar também é possível (Burges &Chiappe op cit.). E assim, outros dinossauros que possuíam penas também poderiam suplementar seu deslocamento em corridas usando o impulso de suas asas (Hedenström 2002).

Figura 4. Conexões das forças no vôo do Archaeopteryx.
Chão-ar ou árvore-ar? Possivelmente algo entre os dois, ou algo completamente diferente. Muitas aves, como alguns Tinamiformes e Galliformes, quando buscam abrigo paradormir, recorrem às árvores, ou seja, mesmo com seu hábito terrestre, procuram por locais elevados para se abrigar (Dial, 2003). Penas nos membros anteriores, mesmo quando não muito desenvolvidas, podem auxiliar no aumento da velocidade em uma corrida, isso nas aves modernas (ex. Galliformes), assim como, possivelmente, em proto-aves também (Dial, 2003). Da mesma forma que a tendência das aves...
tracking img