Nr 12

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2922 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de abril de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto






USO ADEQUADO NR 12








CEETEPS – Centro Estadual de Educação Tecnológica “Paula SOUZA”
ETEc vASCO ANTONIO VENCHIARUTTI
HABILITAÇÃO: TÉcnico em SEGURANÇA DO TRABALHO






USO ADEQUADO NR 12


Adilson Bulgareli
Nº. 1
Elisangela Reis
Nº. 7
Jomar Argento
Nº. 14
Karen Takara
Nº. 15
Monica Michele de Almeida Pereira
Nº. 24






JUNDIAÍ – SP
2013ÍNDICE

ÍNDICE 3
FIGURAS 3
1. INTRODUÇÃO – 4
NR 12 SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS 4
2. CONTEUDO. 4
2.1 HISTÓRICO. 5
2.2 ERGONOMIA 6
3. Proteção das máquinas 7
3. 1. MÁQUINA INJETORA 8
4. Sensores de segurança  10
5. MANUTENÇÃO, INSPEÇÃO, PREPARAÇÕES, AJUSTES E REPAROS. 12
6. LAYOUT FABRICA 13
7. CONCLUSÃO 15
8. BIBLIOGRÁFICA 15

FIGURAS
1. figura HAITIAN 52. figura esquemática HAITIAN 5
3. sensores de maquinas 10
4. sinalização 13
5. layout fabrica HAITIAN 14
6. disposição HAITIAN 14
7. áreas de riscos 15
1. INTRODUÇÃO –
NR 12 SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS
Em observância a norma geral tem como objetivo a norma doze o correto modo de utilização das maquinas.
Com base nisso elaboro um comentário sobre os processos emétodos empregados na maioria das empresas, visto que os meios de uso das maquinas não tiveram muita alteração em todo o período de vigência desta norma.
Vendo isto quero comentar sobre os possíveis meios a serem melhorados na parte tecnológica, que hoje temos muitos sensores que podem ser empregados em todos os veículos e ajudando a execução da norma. Tendo visto os sensores de bloqueio que esta sendousado a um bom tempo nas maquinas, mas que não a uma vontade gerencial para a implantação do sistema, quero deixar bem claro que nada substitui a atenção de um profissional competente.
Quero comentar como deve ser exercida essa função de operador de maquina hoje tão procurada pelos empresários. Profissão essa que poucos se dedicam a estudar e se aperfeiçoar na área, pois eles fazem o primeirocurso teórico e não se reciclam mais exercem a função até morrer.

2. CONTEUDO.

Empresa visitada sito a ASTRA, localizada na região de Jundiaí. No descrito industrial unidade três onde produz acentos sanitários e caixas de descarga e tubulação de flexíveis e conexões em geral. A empresa é considerada de grau três de risco ao trabalho, e de produção de plástico, empresa de inicio familiar queenfrentou varias transformações e hoje é bem posicionada no ramo, tem uma formação de grupo que fazem metais para banheiro e conexões para tubos.
Com auxilio do técnico de segurança Luis Furegati onde mostrou a dependência e as maquinas injetoras do modelo HAITIAN

1. figura HAITIAN

O técnico de segurança nos explicou sobre o funcionamento de uma injetora sendo começando pela matériaprima e o produto final.


2. figura esquemática HAITIAN

2.1 HISTÓRICO.

Tripalium (ou trepalium), do latim um instrumento romano de tortura, uma espécie de tripé formado por três estacas cravadas no chão. A palavra trabalho na bíblia:
“Comerás o teu pão com o suor do teu rosto”
Homem x homem, é criado instrumentos para o trabalho: conhecimento e técnicas (forças produtivas), atualmentepodem pensar em divisão de trabalho (técnica) e qualificação (conhecimento).

2.2 ERGONOMIA

Dos subitens 17.3.2.1, 17.3.3, 17.3.4, 17.3.5, 17.4, 17.5 e 17.6: os equipamentos, as condições ambientais e a organização do trabalho também devem ser adaptados às características psicofisiológicas dos trabalhadores e à natureza do trabalho (levando em conta as exigências das tarefas), e também àsensação de conforto, isto é, os trabalhadores têm de ser consultados e deverão aprovar os equipamentos, as condições ambientais e a organização do trabalho, pois só eles podem atestar seu conforto ou não.
Na máquina injetora é onde o trabalhador desenvolve sua atividade e é o objeto de estudo, tendo sua definição no artigo nº. 1 da NR 12 (Portaria nº. 197, 17 de Dezembro de 2010).
Assim com o...
tracking img