Novos Tempos, Novos Desafios

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2242 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
Registro
Novos tempos, novos desafios
O debate sobre temas como inclusão social, mobilidade social e classe social ganha força crescente e certo grau de redundância no Brasil de hoje
por Sérgio Sanandaj Mattos


Presentemente, no Brasil, faz-se uma reflexão sobre temas como inclusão social, mobilidade social, classe social, apontando novas tendências e interpretações da realidade social.Por certo, são temas de forte impacto ideológico, que repercutiram e compuseram a retórica política durante a última década. Em nosso país, de modo recente, políticas redistributivas vêm priorizando a redução da desigualdade. Trata-se de desnaturalizar a desigualdade. A inclusão social, antes vista como parte de uma utopia, generosa, mas utopia, emerge no debate e na agenda política da sociedadebrasileira na primeira década do século XXI.
A redemocratização do Brasil coincidiu com a expansão do neoliberalismo. No decorrer da década de 1990, a hegemonia neoliberal estabeleceu uma forte predominância na America Latina. No País prevaleceram praticas como privatizações desenfreadas, submissão aos interesses do capital especulativo, precarização das condições de trabalho, criminalização dosmovimentos sociais. Muitos estudiosos classificaram esses anos como "a década perdida". Muito além de um quadro de submissão às políticas neoliberais, com desmonte do Estado e precarização de direitos, a década seguinte descortinou um novo panorama.
No Brasil, na primeira década do século XXI, novos atores do fazer político personi­ficam o sentimento dos setores excluídos da população, e o debateda inclusão social repercute, inserindo-se na agenda política
Cenário de mudanças
Na primeira década do século XXI a sociedade brasileira viveu um momento de reversão: após um período de estagnação, abriu-se um cenário de mudanças substanciais. Novos atores do fazer político personificaram o sentimento dos setores excluídos da população. O debate em torno da temática da inclusão social repercutiuem nosso país, inserindo-se na agenda política. As transformações sociais, econômicas, culturais e políticas demandam novas análises. Uma grande parcela de críticos recorda que nos últimos anos o Brasil tem enfrentado com relativo êxito o desafio de combinar crescimento econômico, distribuição de renda, equilíbrio macroeconômico, redução das desigualdades e inclusão social, tendo como ponto departida a implantação de políticas públicas para diversos segmentos, social e economicamente excluídos.
Na ultima década, a expansão econômica, combinada com políticas sociais, possibilitou uma mobilidade social ascendente para determinados estratos de renda. Há certa mistificação ideológica em torno do conceito "nova classe média", de significado controverso. O período marca também a coexistênciade um forte clima de otimismo e uma esquerda gentil, e a sensação de êxito com pré-sal, cotas e TV de plasma para a classe C. Ao contrário do que parecem pensar críticos que raciocinam por default, não se pode minimizar o significado do acesso a classes sociais economicamente superiores por meio do consumismo. Parece óbvio, mas é preciso lembrar que a questão da inclusão social está, hoje, maisvinculada a uma relação de consumo do que a uma cidadania conquistada.

O período político brasileiro atual marca a coexistência de um forte clima de otimismo e uma esquerda gentil, que enfatiza a sensação de êxito com pré-sal, cotas e TV de plasma para a classe C**
Na sociedade aquisitiva ou afluente, a pobreza constitui um desvio da liberdade de consumo, como expressa o sociólogo ZygmundBauman. Há um grande esforço em considerar que estamos diante de um novo modelo de desenvolvimento, capaz de distribuir renda, promover o crescimento com sustentabilidade e a inclusão social. Os visíveis exageros são plenamente compreensíveis. Apesar de algumas críticas que classificam certos programas sociais como assistencialistas, especialistas reconhecem que ocorreu uma considerável mobilidade...
tracking img