Novas oportunidades

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3187 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
AS NOVAS OPORTUNIDADES DO ADMINISTRADOR NO MUNDO GLOBALIZADO

Flávia Lima

Frank Carvalho

Nayla de Mesquita

Rayme de Sousa

Sheyla Moura

RESUMO

Este artigo tem como objetivo conhecer as novas oportunidades que surgem para o administrador no mundo globalizado e os novos atributos necessários neste contexto mundial. Utilizou-se o método bibliográfico de pesquisa, que consiste emfazer pergunta de investigação, coletar os dados necessários da resposta, compreender as lógicas dos termos de maior freqüência e gerar resposta à pergunta de pesquisa. Os resultados são de que o mundo muda a cada instante na busca de novas e criativas soluções, exigindo e impondo novas competências aos administradores e às pessoas que trabalham nas organizações. A conclusão mostra que aadministração precisa não somente acompanhar essas novas tendências, mas também, preparar o caminho futuro das organizações, tendo uma mentalidade aberta, ágil, criativa e inovadora.

PALAVRAS-CHAVE
Administrador; Organização; Globalização; Pessoas;
 INTRODUÇÃO

Sob o contexto global, verifica-se um processo muito antigo, que continua a se expandir. A globalização não é um fenômeno recente, e ageografia política e econômica do mundo em que vivemos é fruto desse processo. Segundo Singer apud Revista Teoria e Debate (2000) O ponto de partida nos remonta às grandes navegações européias do século XV e XVI e é abordado por Karl Marx no século XIX.
Sob analise preliminares, depara-se nos dias de hoje com o surgimento da era da informação, graças ao grande impacto provocado pelodesenvolvimento tecnológico e pela tecnologia da informação, mas, o processo histórico a que se denomina globalização é bem mais recente, datando (dependendo da conceituação e da interpretação) do colapso do bloco socialista e o conseqüente fim da Guerra Fria (entre 1989 e 1991), do refluxo capitalista com a estagnação econômica da URSS (a partir de 1975) ou ainda do próprio fim da Segunda Guerra Mundial.As principais características da globalização são a homogeneizações dos centros urbanos, a expansões das corporações para regiões fora de seus núcleos geopolíticos, a revolução tecnológica nas comunicações e na eletrônica, a reorganização geopolítica do mundo em blocos comerciais regionais (não mais ideológicos), a hibridização entre culturas populares locais e uma cultura de massasupostamente "universal", entre outros.
Olhando apenas para os últimos cem anos, pode-se ver que a globalização passou por quatro fases distintas. A primeira fase vai até 1914 e registra a ascensão liberal, impulsionada pela Grã-Bretanha desde meados do século anterior.
A segunda fase abrange as duas guerras mundiais e o período entre guerras e é marcada pelo dilaceramento bélico daeconomia mundial, pelo fechamento dos mercados nacionais e pela universalização da substituição de importações.
A terceira fase começa em 1945 e se caracteriza pela abertura gradual e controlada dos mercados nacionais e a expansão rápida das multinacionais dentro deste novo espaço econômico.
Finalmente, a quarta fase começa nos anos 80 e é marcada por uma estranha volta à primeira fase, avenda dos setores produtivos estatais e impedimento de políticas nacionais de desenvolvimento.
Segundo Chiavenato (2004, p.129)
A tecnologia está funcionando como verdadeiro desestabilizador das instituições em fase de seu forte impacto inovador, desequilibrando as estruturas vigentes solucionando muitos problemas e criando situações inteiramente novas, que por sua veztrazem problemas novos e diferentes, que são condições básicas para aumentar a competitividade.
Onde a administração está intimamente ligada às transformações do mundo contemporâneo, com as inovações tecnológicas e as mudanças nas formas de gestão das organizações, as empresas pautam na qualidade, na produtividade, na competitividade, no cliente e na globalização.
O administrador...
tracking img