Mt para mulheres

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2775 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O MERCADO DE TRABALHO PARA MULHERES

INTRODUÇÃO
O mundo anda cada vez mais apostando em valores femininos, como a capacidade de trabalho em equipe contra o antigo individualismo, a persuasão em oposição ao autoritarismo, a cooperação no lugar da competição.

COMO TUDO COMEÇOU
As mulheres começaram a atuar no mercado de trabalho com as I e II Guerras Mundiais ( 1914 à 1918 e 1939 à 1945,respectivamente ). Quando os homens iam para as frentes de batalha e as mulheres passavam a assumir os negócios da família e a posição dos homens no mercado de trabalho. A guerra acabou, e com ela a vida de muitos homens que lutaram por seu país. Alguns dos que sobreviveram ao conflito, foram mutilados ficando assim impossibilitado de voltar ao mercado de trabalho. Foi nesse momento, que asmulheres sentiram-se na obrigação de deixar a casa e os filhos para levar adiante os projetos e o trabalho que eram realizados por seus maridos.
No século XIX com a consolidação do Capitalismo, algumas leis passaram a beneficiar as mulheres, mesmo assim continuo a existir algumas explorações.
Através da evolução dos tempos modernos as mulheres estão cada vez mais conquistando seu espaço. Estatísticasapontam que as mulheres atualmente conseguem emprego com mais facilidade e que seus rendimentos crescem a um ritmo mais acelerado que os homens.
Com todas estas evoluções da mulher no mercado de trabalho, ela ainda não está em uma condição de vantagem em relação aos homens, continua existindo preconceito e descriminação, e a diferença salarial continua.

CRESCE A PARTICIPAÇÃO DA MULHER NOMERCADO DE TRABALHO
Movidas pela necessidade de contribuir para a manutenção da família, ou mesmo desejo de obter realização profissional, as mulheres estão, ao longo desta década, cada vez mais presentes no mercado de trabalho. Apesar dos homens ainda terem uma participação bem mais expressiva ( 74,5% dos homens fazem parte da força de trabalho ) que as mulheres ( 50,2% encontram-se na mesmasituação ), de 1989 até 1996 a taxa de participação feminina cresceu 8,9%, enquanto a masculina 3,6%.
A partir de março deste ano a Pesquisa de Emprego e Desenvolvimento ( PED ) na Grande São Paulo. Desenvolvida pelo convênio DIEESE / Fundação Sistema estadual de Análise de Dados ( Seade ), passou a disponibilizar uma série de informações de seu banco de dados, com o objetivo de analisar, demaneira mais especifica, a inserção da mulher no mercado de trabalho da região. Tratam-se de informações que expressam, em certa medida, a realidade da mulher trabalhadora brasileira, talvez até de maneira mais favorável do que na maior parte do país, por ser este o pólo econômico mais desenvolvido.
O aumento recente da participação feminina no mercado de trabalho resulta, principalmente, da maiorinserção de mulheres na faixa etária de 25 a 39 anos e de 40 anos e mais, cuja taxas alcançaram patamares sucessivamente mais elevados, com expansões de 16,5# e 20,1%, respectivamente, desde o inicio dos anos 90.
Tabela 1 - Evolução da taxa de participação por sexo, segundo faixa etáriaRegião metropolitana de São Paulo - 1989/96 - (em %)
Faixa etária Mulheres Homens
1989 1996 1989 1996
Total46,1 50,2 77,3 74,5
10 a 14 Anos 9,7 7,9 19,4 13,6
15 a 17 Anos 55,3 46,4 74,9 59,1
18 a 24 Anos 67,8 69,9 92,6 89,0
25 a 39 Anos 58,2 67,8 96,4 95,0
40 anos e mais 33,4 40,1 72,7 74,1

MULHERES NO MERCADO DE TRABALHO – GRANDES NÚMEROS
Ao analisar o comportamento da força de trabalho feminina no Brasil nos últimos 30 anos, o que chama a atenção é o vigor e a persistência do seucrescimento. Com um acréscimo de 32 milhões de trabalhadoras entre 1976 e 2007, as mulheres desempenharam um papel muito mais relevante do que os homens no crescimento da população economicamente ativa.
Enquanto as taxas de atividade masculina mantiveram-se em patamares semelhantes, _ entre 73 e 76% em praticamente todo o período, as das mulheres se ampliaram significativamente. Se em 1976, 29%...
tracking img