Um toque de classicos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (393 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A DOMINACÃO Uma das questões colocadas à Sociologia é a que se refere à persistência das relações sociais. O que pode levar a que o conteúdo dessas relações ou elas próprias se mantenham? Dito deoutro modo, o que faz com que os indivíduos dêem às suas ações um sentido determinado que perdure com regularidade no tempo e no espaço? Qual é a base da regularidade nas ações das pessoas se o que lhesdá sentido não é uma instituição abstrata? Uma vez que Weber entende que o social constrói-se a partir das ações individuais, cria-se um problema teórico: como é possível a continuidade da vidasocial? A resposta para tais questões encontra-se no fundamento da organização social, chave do verdadeiro problema sociológico: a dominação ou a produção da legitimidade, da submissão de um grupo a ummandato. É fundamental então distinguir os conceitos de poder e dominação.
O conceito de poder é, do ponto de vista sociológico, amorfo já que “significa a probabilidade de impor a própria vontade dentrode uma relação social, mesmo contra toda a resistência e qualquer que seja o fundamento dessa probabilidade”37 Portanto, não se limita a nenhuma circunstância social específica, dado que a imposiçãoda vontade de alguém pode ocorrer em inúmeras situações.
Os meios utilizados para alcançar o poder podem ser muito diversos, desde o emprego da simples violência até a propaganda e o sufrágio porprocedimentos rudes ou delicados: dinheiro, influência social, poder da palavra, sugestão e engano grosseiro, tática mais ou menos hábil de obstrução dentro das assembléias parlamentares.38 Aprobabilidade de encontrar obediência dentro de um grupo a um certo mandato torna os conceitos de dominação e de autoridade de interesse para a Sociologia já que possibilitam a explicação da regularidade doconteúdo de ações e das relações sociais. Enquanto a disciplina deve-se à obediência habitual, por exemplo por parte das massas ou da família, “sem resistência nem crítica”, a dominação é
36 WEBER....
tracking img