Monetaristas e suas teorias

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (822 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1.2.1 - Friedman e a escola monetarista
Qual é a relação entre moeda e níveis de preços e produto? Procurando responder a essa questão, os monetaristas tornaram-se um dos principais críticos daanálise keynesiana.

A teoria monetarista é alicerçada na idéia de que moeda é extremamente importante na macroeconomia, seja porque ela afeta os níveis de produto e emprego no curto prazo, seja pelofato de que o estoque de moeda provoca modificações no nível de preços no longo prazo. Nas palavras de Friedman, "(...) money is ali that matters for changes in nominal income and for short-run changesin real income" (FRIEDMAN, 1970, p.217).

["(...) moeda é tudo que importa para mudanças na renda nominal e para, no curto prazo, mudanças na renda real."]

Se moeda importa, quais devem ser asregras monetárias para que o sistema econômico seja estável? Friedman, em The role of monetary policy, artigo escrito em 1968, apresenta considerações nessa direção. Após critirar Keynes por entender quea teoria keynesiana não tem uma explicação monetária para a crise, Friedman centra a sua análise em duas questões: quais são as limitações da política monetária? Como as autoridades monetárias devemconduzir a política monetária?
A resposta à primeira questão está relacionada à hipótese friedmaniana de taxa natural de desemprego. Isto é ["(...) o nível no qual estaria sustentado o sistemawairasiano de
equações de equilíbrio geral."]
Friedman inicia sua análise dizendo que a relação empírica da curva de Phillips não se sustenta no longo prazo devido à intervenção dos policy makers nomercado. Nesse particular, Friedman apresenta uma versão modificada da curva de Píiillips, introduzindo regras de formação de expectativas, por parte do público, sobre o comportamento da inflação.
Omodelo de Friedman, denominado expectations-augmented Phillips curve, está centrado na idéia de que os agentes econômicos otimizam suas funções de preferência, tendo como referência suas expectativas...
tracking img