Modernismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1546 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Literatura

MODERNISMO
Professora: Elizabete de Fátima Oliveira Biedacha

MODERNISMO – 2ª GERAÇÃO POESIA
A poesia da 2ª geração foi, essencialmente, uma poesia de questionamento:
-

Da existência humana;
Do sentimento de “estar-no-mundo”; Das inquietações social, religiosa, filosófica e amorosa.

Os poetas da geração de 30 buscaram uma abordagem mais universal, que vai da reflexão preocupaçãofilosófico-existencialista ao espiritualismo, da

social e política ao regionalismo, da metalinguagem ao sensualismo.

2ª fase - poesia
QUADRILHA
“ João amava Teresa que amava Raimundo
que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili que não amava ninguém. João foi para os Estados Unidos, Teresa para o convento, Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia, Joaquim suicidou-se e Lili casou-secom J.Pinto Fernandes Que não tinha entrado na história.”
(Carlos Drummond de Andrade)

CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE
1902 – 1987
-

Considerado por alguns críticos o principal poeta brasileiro do século XX. Mineiro de Itabira. Um dos fundadores de “A REVISTA”

-

1928 – publicou a revista “Antropofagia” – causando um verdadeiro escândalo com o conhecido poema: Em sua obra percebe-se pessimismo,individualismo, isolamento, reflexão social, ironia e uso de metalinguagem.

-

No meio do caminho
No meio do caminho tinha uma pedra tinha uma pedra no meio do caminho

tinha uma pedra
no meio do caminho tinha uma pedra. Nunca me esquecerei desse acontecimento

na vida de minhas retinas tão fatigadas.
Nunca me esquecerei que no meio do caminho

tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho nomeio do caminho tinha uma pedra

As fases de Drummond
 



Fase gauche – consciência e isolamento. Gauche – lado esquerdo, torto, aquele que se sente às avessas, que não consegue estabelecer uma comunicação com a realidade. Ironia, humor, poema-piada, linguagem coloquial.

COTA ZERO
Stop. A vida parou ou foi o automóvel?

Poemas de sete faces
Quando nasci, um anjo torto desses que vivem nasombra disse: Vai, Carlos! Ser gauche na vida

As casas espiam os homens Que correm atrás de mulheres. A tarde talvez fosse azul, Não houvesse tantos desejos.

Mundo mundo vasto mundo Se eu me chamasse Raimundo Seria uma rima, não seria uma solução Mundo mundo vasto mundo Mais vasto é o meu coração.

    

A fase social – todo o sentimento do mundo “Sentimento do mundo” 1940 Refere-se àscontradições entre o eu e o mundo Interesse por problemas da vida social O “eu” não se exclui do mundo, tenta transformá-lo e garantir um espaço.

JOSÉ

E agora, José?

 

A fase do NÃO – O signo do não. Década de 50 – período críticos de guerras, ditaduras e medo tinha passado. O mundo vivia então a Guerra Fria e o poeta acumulava o desencanto de sua aventura política pela poesia.


-

-

Acriação poética começou a seguir duas orientações: De um lado a poesia filosófica, reflexiva, em que, com frequência, aparecem os temas da morte e do tempo; De outro, a poesia nominal, com tendências ao Concretismo, em que se destaca a preocupação com recursos fônicos, visuais e gráficos do texto.




 

A Fase tempo de memória Década de 70 e 80. Amplo destaca ao universo da memória Temas:infância, Itabira, o pai, a família, a piada, o humor cotidiano.

MURILO MENDES E JORGE DE LIMA






A POESIA PÂNICO A trajetória desses dois poetas foi a poesia metafísica e religiosa. Influenciados pelas ideias católicas de Jacques Maritian – defendiam uma renovação do catolicismo e criação de uma arte cristã combativa



Naquele momento de crise econômica, de aparecimento do nazifascismo ede expansão do comunismo, os católicos julgavam que o cristianismo era a única ideologia capaz de trazer a justiça, a igualdade social e a paz entre os homens, defendiam um cristianismo politizado e envolvido com os problemas mundanos. Um cristianismo que às vezes chegava a ter afinidade com as ideias socialistas.

CECÍLIA MEIRELES
 

O EFÊMERO E O ETERNO Desenvolve uma poesia intimista e...
tracking img