Modelo de reletorio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1922 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1- INTRODUÇÃO


O curso de vivência prática é uma atividade de extrema importância na formação inicial do Técnico (Mecatrônico/Mecânico/Automação Industrial/Eletrotécnico) que por algum motivo não teve a oportunidade de realizar o Estágio Supervisionado em uma indústria ou empresa do segmento de mecânica/mecatrônica. Por isso, na realização e desenvolvimento, os estagiários vivenciamas diversas situações do contexto do ambiente industrial como o trabalho em Oficina; a interação interpessoal entre Supervisores e operários; os métodos de planejamento de atividades e os recursos técnicos utilizados.


1.1- OBJETIVO

Este relatório tem com principal objetivo mostrar as atividades desenvolvidas no curso de Vivências Práticas de (Mecânica/Mecatrônica/AutomaçãoIndustrial/Eletrotécnica), cujo propósito é estabelecerem a ligação das atividades teóricas apresentadas em sala de aula do curso técnico com as práticas desenvolvidas nas indústrias do seguimento metal-mecânica.


2 - A EMPRESA

O Centro de Estudos Tecnológicos Avançados de Petróleo (CETAP-RJ) localizado na Rua Padre Manso, 138 – loja A/C, Madureira, CEP -21310-260, Rio de Janeiro – RJ é uma empresapedagógica que se propõe a proporcionar ao aluno egresso do curso técnico de (Mecânica/Mecatrônica/Automação Industrial/Eletrotécnica) o conhecimento sobre a realidade aplicada nas indústrias no que se refere às atividades de um técnico, bem como oportunizar ao mesmo a vivência do que foi apresentado na sala de aula, para aquisição do conhecimento propiciado pela prática, num contexto que o leve arefletir sobre a relação dialética estabelecida entre teoria X prática, formando profissionais a partir de um referencial real de atuação.










3- DESENVOLVIMENTO:

3.1 QUALIDADE, SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE, SAÚDE - QSMS

Nessa palestra foi abordado como se lida com o QSMS tanto no ambiente de trabalho como fora dele. As precauções que devemos ter riscos e perigos que podemos passar.QSMS significa se preocupar com os problemas apresentados nas empresas.

Foi apresentado o ambiente de curso mostrando os pontos onde exige uma atenção maior quando se está caminhando de um ambiente pro outro. O cuidado que devemos ter nas escadas e atentamente apresentado os pontos onde possuem extintores de incêndio.




Foi elaborado um Mapa de Risco para apresentar os riscosexistentes no local de curso por meio de círculos com legenda para permitir fácil visualização.



[pic]
figura 1 – Mapa de risco




3.2- CATALOGAÇÃO DE FERRAMENTAS:

Essa atividade é importante para aprendizado do profissional devido ao conhecimento e manuseio das ferramentas, também como manutenção e organização das mesmas. No ato da familiarização das ferramentas foi entreguequatro caixas de ferramenta com vários modelos para categorização. Relacionando em cada caixa um tipo de ferramenta ou conjunto de peça colocando em suas respectivas ordens.

Durante a aula foi apresentada as ferramentas a serem catalogadas.

[pic]
figura 2 – Ferramentas


3.2.1- Ferramentas catalogadas





• Saca polia
• Punção marcador• Tesoura de corte reto
• Tesoura de corte reto com limitador
• Tarraxa
• Chave de carburador
• Arco de serra
• Saco estojo
• Martelo pena
• Martelo de bola
• Macete
• Jogo de chave allen ( 2 – 10 mm)
• Jogo de chave allen alongada (1,5 – 10 mm)
• Jogo de chave torx (T9 – T50)• Alicate articulado
• Alicate de bico redondo
• Alicate de corte diagonal
• Alicate universal
• Alicate de pressão
• Alicate de rebite de repuxo
• Alicate de anilha interno curso
• Alicate de anilha externo reto
• Chave inglesa
• Jogo de chave canhão (6 x 125 mm – 10 x 125 mm)
• “Chave canhão de...
tracking img