Modais de transporte

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3341 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
XXIII Encontro Nac. de Eng. de Produção - Ouro Preto, MG, Brasil, 21 a 24 de out de 2003

Análise do fluxo de valor de uma empresa de auto-peças integrante da
cadeia de suprimentos de uma montadora automobilística
Rita C. S. Marconcini Bittar (UERJ) rbittar@uerj.br
Paulo Corrêa Lima (UNICAMP) plima@fem.unicamp.br

Resumo
O presente trabalho descreve um estudo de caso desenvolvido junto auma empresa do setor
de auto-peças, fornecedora de uma empresa automobilística, localizada no eixo Rio-São
Paulo. Tal estudo teve como objetivo mapear o fluxo de valor da empresa fornecedora,
visando a redução ou eliminação dos desperdícios que resultam em custos adicionais de
produção e baixa produtividade. Dentre os produtos fornecidos pela empresa objeto do
presente estudo, a análiseconcentrou-se num sub-conjunto da suspensão dos veículos
produzidos pela Montadora. Tal escolha foi realizada em função dos problemas identificados
no sistema produtivo da empresa fornecedora. Os resultados obtidos demonstraram a
eficácia da ferramenta utilizada e evidenciaram oportunidades de melhorias para a empresa
de auto-peças.
Palavras-chave: Mapeamento do Fluxo de Valor, Gerenciamento daCadeia de Suprimentos,
Empresa de Auto-peças.
1. Introdução
Nos dias atuais, com a competição cada vez mais acirrada, as organizações têm buscado
intensamente reduzir custos, melhorar a qualidade e aumentar a produtividade em suas
operações. Neste contexto, o conceito de parceria entre clientes e fornecedores constitui-se em
um elemento estratégico para as empresas no gerenciamento da cadeiade suprimentos. Entre
outros sistemas produtivos que buscam a otimização da cadeia de suprimentos destaca-se o
sistema conhecido no Brasil como Produção Enxuta. Neste sistema, utilizam-se diversas
metodologias e ferramentas que comprovadamente impulsionam a competitividade das
empresas. Uma das técnicas utilizadas é o mapeamento do fluxo de valor que, se bem
aplicada, pode evidenciar osdesperdícios da organização, contribuindo para torná-la mais
competitiva.
1.1 Objetivo do Trabalho
O objetivo central do presente trabalho constituiu-se na execução e análise do mapeamento do
fluxo de valor (MFV) de uma empresa de auto-peças. O estudo foi realizado por meio do
acompanhamento piloto de um produto da empresa, visando a eliminação dos desperdícios da
produção.
2. Mapeamento do Fluxode Valor (MFV): conceitos e definições
Segundo Rother & Shook (1999), o fluxo de valor é definido como toda ação (com ou sem
agregação de valor) necessária para conduzir um produto ou serviço, ou a combinação de
serviços e produtos, até o cliente, passando por todos os fluxos essenciais de cada produto,
quais sejam: (i) o fluxo de produção desde a matéria-prima até o consumidor, e (ii) ofluxo do
projeto do produto, da concepção até o lançamento.
O Mapeamento do Fluxo de Valor (Value Stream Mapping) é uma técnica de aperfeiçoamento
para visualizar o processo produtivo inteiro. Representando tanto o fluxo de material como o
de informação, melhorando o processo produtivo por meio da identificação dos desperdícios e
ENEGEP 2003

ABEPRO

1

XXIII Encontro Nac. de Eng. deProdução - Ouro Preto, MG, Brasil, 21 a 24 de out de 2003

suas fontes (ROTHER & SHOOK, 1999; SULLIVAN 2002,). O MFV é uma das ferramentas
da Produção Enxuta (MCDONALD et al., 2003)
Segundo, Rother & Shook (1999), existem dois mapas de fluxo de valor. O mapa do estado
atual e do estado futuro. O mapa do estado atual mostra a configuração do fluxo de valor do
produto, usando ícones e terminologiaspara identificar o desperdício e as áreas a serem
melhoradas, conforme pode ser observado na Figura 1. O mapa do estado futuro fornece um
projeto para implementação da manufatura enxuta por meio da ilustração de como o fluxo de
material e o de informação deverão funcionar.
Antes do início do mapeamento detalhado, é importante ter uma visão geral do processo
(HINES & RICH, 1997): visualizar...
tracking img