Moda

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3314 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Dissecar um assunto torna-se uma tarefa transmutável dentre os seus diversos aspectos a serem analisados, compreendidos e dentre suas diversas problemáticas a serem resolvidas. No topo da lista de discussões, o assunto música sempre se destacou e guiou para caminhos largos e improváveis os tripulantes exploradores musicais.
Porém, ao explorar um assunto tão vasto ediversificado, torna-se irremediável e insubstituível abordar mais a fundo os responsáveis pelo legado deixado em nossa música.
No Brasil, entre os gêneros musicais, destacam-se o choro, o samba (incluindo os desfiles das escolas de samba) a bossa nova e o movimento nomeado tropicalismo, no entanto em contrapartida é impossível abarcar a pluralidade de sons criados no Brasil.

1.Braguinha, uma vida incessante na música.

Carlos Alberto Ferreira Braga, nascido no Rio de Janeiro em 29 de março de 1907, filho de um casal de classe média: Jerônimo José Ferreira Braga Neto e Carmen Beirão Ferreira Braga foi o primigênio de se seis irmãos: Dulce, Aristides, Ilka, Abelardo, Renato e Maria Augusta.

[pic]
Fonte: http://veja.abril.com.br/blog/cenas-urbanas/tag/braguinha/Passou sua adolescência em Vila Isabel, onde seu pai era diretor da fabrica de tecidos Confiança. Cursou o ginasial no Colégio Batista, onde ele se aproximou da música ao se aliar a uma turma de colegas que frequentavam reuniões sociais nos bairros da tijuca e Vila Isabel. Braguinha, como também era conhecido, chegou a cursar dois anos de arquitetura na Escola Nacional de Belas Artes, e atribuiua si próprio o pseudônimo João de Barro, uma vez que moços de família não se envolviam com música popular. Mas, em 1931 resolveu deixar o curso e dedicar-se á composição.

“O sonho de papai era ter um filho arquiteto e eu cheguei a cursar dois anos de faculdade, mas não aguentei. E naquele tempo também havia o preconceito a respeito de compositor de samba, sinônimo de cafajeste,mau caráter. Então resolvi criar um pseudônimo e escolhi João de barro, que é um passarinho arquiteto. O Braguinha veio do meu nome.” (Braguinha, em entrevista a Denise Natale, publicada na “Folha de São Paulo” em 16/09/1980)

Considerado como o primeiro caso explícito de multimídia na historia da musica popular brasileira, João de Barro foi compositor, autor, cantor, roteirista, produtor eeditor.
Braguinha era discreto, muito educado e sempre politicamente correto. Parecia não ter nada de exagerado em sua vida. Nasceu e morreu no Rio, sem ter viajado para o exterior, casou aos 30 anos em 28 de janeiro de 1938, com Astréa Rabelo Cantolino, indo morar na Tijuca. Um ano depois em dois de julho 1939, nasceu Maria Cecilia, sua única filha, que posteriormente lhe deu três netos:Carlos Alberto, Maria Luiza e Maria Claudia.

[pic]
Astréa e Braguinha se casaram em 28 de janeiro de 1938, na Igreja Santa Teresinha, na Tijuca / Foto: acervo da família.
Fonte: http://blog.concursodemarchinhas.com.br/?attachment_id=520

Faleceu aos noventa e nove anos em 24 de dezembro de 2006, faltavam menos de quatro meses para que Braguinha completasse cem anos de uma vidaincessante na música.

1.1 João de Barro, trajetória de sucesso.

A música na vida de Braguinha surgiu no Colégio Batista, onde conheceu Henrique Brito, seu amigo violinista. Essa amizade despertou o interesse e a vocação pela musica, fazendo com que ele, aos 16 anos, compusesse sua primeira obra de nome Vestidinho Encantado.
Foi a paixão pela música que reuniu colegas do colégio eamigos, surgindo em 1928 o grupo chamado Flor do Tempo, formado basicamente por Braguinha, Henrique Brito, Alvinho, Noel Rosa e Almirante.
Influenciados por Almirante, em 1929, o grupo passou a se chamar Bando dos Tangarás, gravando dezenove músicas, sendo quinze de autoria de Braguinha.
O Bando de Tangarás desfez-se em 1933. Braguinha fez parte da geração que participou da chamada...
tracking img