Metodo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5499 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Max Weber e a objetividade do conhecimento nas ciências da cultura: um breve guia para o texto A ‘Objetividade’ do Conhecimento na Ciência Social e na Ciência Política (1904)
Jean Henrique Costa*

Resumo O presente artigo objetiva discutir o sentido da objetividade do conhecimento empírico-social na obra de Max Weber, especificamente no texto “A ‘Objetividade’ do Conhecimento na Ciência Sociale na Ciência Política”, de 1904. Discute-se, no primeiro momento, a distinção entre conhecimento empírico e juízo de valor; no segundo momento, faz-se uma rápida crítica às idéias de “lei” e “conexão regular” nas ciências sociais para, em seguida, na terceira parte, discutir a estrutura da formação dos conceitos típico-ideais como recursos metodológicos, nos quais, para Weber, expressam apossibilidade da validade objetiva do conhecimento nas ciências da cultura. Palavras-chave: Max Weber; Objetividade; Ciências da Cultura; Tipo Ideal.

Max Weber and the objectivity of knowledge in the science of culture: a brief guide to the text The 'Objectivity' of Knowledge in Social Science and Political Science (1904) Abstract This article discusses the meaning of the objectivity of social-empiricknowledge in work of Max Weber, specifically in text The 'Objectivity' of Knowledge in Social Science and Political Science, 1904. It discusses the first time, the distinction between empirical knowledge and value judgments in the second time, it is a quick review of the ideas of "law" and "regular connection" to the social sciences, then in the third part discuss the structure of the formationof ideal-typical concepts and methodological tools, in which, for him, express the possibility of objective validity of knowledge in the sciences of culture. Key words: Max Weber. Objectivity. Science of Culture. Ideal Type.

JEAN HENRIQUE COSTA é Sociólogo (DCS/UFRN), bacharel em Turismo (UnP), especialista em Demografia (DEST/UFRN), mestre em Geografia (PPGe/UFRN) e doutorando em CiênciasSociais (PGCS/UFRN). Professor da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). E-mail: jeanhenrique@uern.br.

*

175

1. Apresentação
A permanente confusão entre a elucidação científica dos fatos e a reflexão valorativa é uma das características mais difundidas em nossas disciplinas, e também uma das mais prejudiciais. Max Weber

O breve artigo que se apresenta nas páginas ulterioresé, ab initio, apenas uma tentativa de oferecer aos leitores iniciantes uma reflexão introdutória acerca da possibilidade de validade objetiva do conhecimento nas “ciências da cultura”, debate esse fornecido entre o final do século XIX e início do século XX pelo sociólogo alemão Max Weber (18641920). Trata-se aqui de revisitar um texto particular do autor, buscando melhor compreender os desafiosepistemológicos e metodológicos de nosso tempo. A análise empreendida fundase no texto “A ‘Objetividade’ do Conhecimento na Ciência Social e na Ciência Política”, escritura capital para a metodologia das ciências sociais. Trata-se de um texto que, embora escrito em poucas páginas (50 págs., a depender da edição/tradução), não apresenta fácil compreensão, sobretudo para aqueles leitores não tãofamiliarizados com a obra weberiana e seus conceitos sociológicos fundamentais. A forma dissertativa é “carregada” e metódica, escrita, em alguns trechos, para um discípulo ler. O texto foi publicado em 1904 visando avalizar as orientações gerais do Arquivo para a Ciência Social e Política Social – Archiv für Sozialwissenschaft und Sozialpolitik, no qual coube a Weber, juntamente com Werner Sombart eEdgar

Jaffé, a direção da revista. Mesmo tendo o texto, por conseguinte, a função de orientação geral para uma revista, não deixou de ser uma expressão vital do pensamento de Max Weber, trazendo consigo três questões fundamentais para a prática científica: 1. A distinção entre “juízo de valor” e “realidade empírica”; 2. A crítica às idéias de “lei” e “conexão regular” nas ciências da cultura;...
tracking img